Vigilante mata a companheira e depois comete suicídio em Mossoró

29/04/2019

Por: Redação PN
Um homicídio, foi registrado no final da noite deste domingo, 28 de abril de 2019, na Comunidade de Rancho da Caça, zona rural de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.
 
Segundo informações da polícia, o vigilante, Carlos Alexandre,46 anos conhecido como “Dedé de Zé de Almeida“, matou sua companheira, Maria da Conceição Dantas de França de 36 anos de idade e horas depois do cometeu suícidio.
 
Ele teria atirado contra a mulher com uma espingarda calibre 12, dentro de casa e depois de cometer o crime, fugiu a pé por uma estrada carroçável de acesso a Serra Mossoró. A Polícia Militar foi acionada para o local por volta das 23h30min min e passou a isolar o  local de crime.
 
A equipe do ITEP, foi acionada para o local e depois dos procedimentos recolheu o corpo da doméstica para ser examinado no Instituto Médico legal (IML) do órgão.
 
Já por volta das 04h00min desta madrugada de segunda feira, (29), a equipe do ITEP foi novamente acionada pela Polícia Militar, que isolava o corpo do Vigilante, encontrado morto ao lado de uma arma de fogo, em uma estrada carroçável no Sítio Cigano, cerca de 10 Km do Rancho da Caça onde ele matou a esposa.
 
A Polícia informou que Carlos Alexandre teria ligado para o CIOSP informando quer haveria matado sua mulher e que iria se matar e deu detalhes do local, inclusive escreveu o número do CPF dele bem grande na areia, para facilitar aos policiais e encontrarem seu corpo.
 
O corpo do vigilantes foi removido e encaminhado para o IML onde será necropsiado juntamento com o corpo da esposa e depois serão liberados para sepultamento. Não há até o momento informações sobre os motivos que levaram o vigilante a matar a esposa e depois se matar.

Fonte: RN 190