PC do B e Parnamirim esperam de Fátima espaço para Carlos Augusto Maia

03/01/2019

Por: Cefas Carvalho
Foto: ALRN
Das equações políticas que a governadora Fátima Bezerra (PT) tem de fazer para atender e abrigar correligionários, apoiadores e partidos aliados, uma das mais complexas até o momento é a que envolve o deputado estadual não reeleito Carlos Augusto Maia (PC do B).
 
Carlos foi eleito deputado em 2014 pelo PT do B com 20.140 votos. Rapidamente filiou-se ao PC do B, sendo o único deputado da legenda na Assembleia Legislativa.
 
Em 2018, aumentou a votação, teve 21 492 sufrágios, mas não foi eleito, ficando na primeira suplência da coligação Do Lado Certo (PT/PCdoB/PHS). Ou seja, suplente de Isolda Dantas (PT), Francisco do PT e Souza (PHS).
 
Contudo, a votação obtida por Carlos, o recall eleitoral dele (foi 2º mais votado para prefeito de Parnamirim em 2016) e o fato de ter se empenhado na campanha de Fátima, faz com que a governadora e seu staff imediato saibam que devem encaixa-lo em um espaço político-administrativo de destaque.
 
Como o primeiro escalão já foi preenchido, a expectativa é que Carlos fique em em cargo de segundo escalão mas de destaque. Pensou-se em convisdar Souza para uma secretaria ou órgão e assim elevar carlos à ALRN, mas esse plano não vingou.
 
Parnamirinenses e o próprio PC do B aguardam  para os próximos dias a definição da situação de Carlos.