Valor gasto para compras no Dia das Crianças aumenta em Natal e Mossoró

09/10/2018


O Dia das Crianças, comemorado no próximo dia 12 de outubro, tem um forte apelo emocional, estimulando os consumidores a irem às compras para presentear os pequenos. A data também é a última que movimenta o comércio antes do Natal e baliza o comportamento do mercado para o final do ano. Por isso, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Fecomércio Rio Grande do Norte (IPDC/Fecomércio RN), foi às ruas para mensurar o quanto será gasto em Natal e em Mossoró para o Dia das Crianças.
 
Na capital potiguar, 62,9% dos natalenses pretendem presentear pelo menos uma criança, um aumento de 5,4 pontos percentuais e relação ao ano passado. Esses irão desembolsar, em média, R$ 124,23 (aumento nominal de 3,9%), depois de pesquisarem os melhores valores (78,7%). Os 36,6% que não irão comprar apontam motivos econômicos ou por não haver crianças na família.
 
Mais de 42% dos compradores estão convictos que irão comprar apenas um item, e no topo da lista da preferência estão os brinquedos (53,6%), seguido de roupas com 38,2%, calçados com 6,9% das intenções de compra, e eletrônicos como tablets, celulares e videogames (5,5%).
 
O consumidor levará em consideração na hora da compra o desejo da pessoa a ser presenteada (40,8%) e o preço do presente (34,1%). Além da qualidade do produto (19,4%) e os descontos/promoções (10,7%). A pesquisa do IPDC da Fecomércio apresenta que promoções (40,6%), o atendimento (28%) oferecido pelo estabelecimento e os descontos (25,8%) podem ser grandes diferenciais para as lojas atraírem mais clientes nesse Dia das Crianças.
 
O principal meio de pagamento que os consumidores natalenses pretendem utilizar é a modalidade à vista no dinheiro, seguido pelo cartão de crédito de forma parcelada, comprando tanto no comércio de rua (43,5%), ou em shoppings (43,2%).
 
Segundo os dados, em 63,3% dos casos, os próprios adultos escolherão o que comprar, sem deixar a decisão por conta dos homenageados da data, uma forma de garantir a compra já planejada. Por outro lado, 36,7% farão a compra em conjunto com a criança.
 
O Dia das Crianças costuma movimentar também o setor de serviços. Para 34,5% dos entrevistados pretendem realizar algum passeio com os pequeninos na data. O que irá determinar a escolha do local são: diversão/lazer (57,8%), local que a criança escolheu (16,4%), preço (12,3%), atendimento (7,4%) e segurança do local (3,7%).
 
Mossoró
 
O Instituto de Pesquisa da Fecomércio foi até Mossoró para saber a intenção de compras para o Dia das Crianças na capital do Oeste. No levantamento, 62,2% dos consumidores irão presentear as crianças com brinquedos (56,6%), roupas (33,8%), calçados (9%), aparelhos/jogos eletrônicos (4,2%). Outros 6,1% ainda estão indecisos quanto aos itens que irão comprar, porém a maioria dos entrevistados (44,7%) pretendem comprar um item.
 
O valor médio de gasto com presentes será de R$ 115,22, maior, nominalmente, se comparado ao ano passado, que foi de R$ 109,32 (aumento de 5,4% na comparação). Grande parte dos entrevistados (63,6%) pagará pelo presente à vista, principalmente em dinheiro (60,4%) ou no cartão de débito (3,2%).
 
O que vai influenciar na definição do presente são os seguintes fatores: desejo da criança com 43,1% das intenções, o preço com 37,9%, e a qualidade do produto com 12,9%, seguida da política de descontos com 11,6%. Para garantir o consumidor, o empresário deve caprichar nas promoções (45,4%), bom atendimento (37,8%), descontos na hora da compra (19,4%). Além disso, o levantamento constatou que oito em cada dez (79,8%) dos consumidores planejam realizar pesquisa de preço antes de efetivar as compras relacionadas a data.
 
Sobre as comemorações, 65,4% dos mossoroenses não planejam celebrar a data com realização de passeio.
 
Os relatórios completos podem ser acessados no link: http://fecomerciorn.com.br/pesquisas/.