"A opinião de Lula sobre a guerra é fruto de falta de informação", afirma diplomata ucraniano

06/05/2022


Foto: correiobraziliense.com.br

 

Em entrevista na embaixada ucraniana no Brasil, o diplomata Anatoliy Tkach respondeu aos comentários do ex-presidente Lula à revista Time, quando o petista ressaltou que o presidente Volodymyr Zelensky tem a mesma culpa que Vladimir Putin no estabelecimento da guerra. De acordo com Tkach, o parecer do ex-mandatário não confere com a realidade.

 

Durante a exposição aos jornalistas, Tkach salientou que a declaração de Lula não está em consonância com a relação estratégica entre Ucrânia e Brasil no momento. “As declarações do ex-presidente não correspondem à situação atual ou ao nível das relações estratégicas entre a Ucrânia e o Brasil e são fruto da falta de informação sobre a guerra”, disse.

 

No que concerne à possibilidade de inserção da Ucrânia na OTAN, uma das justificativas de Putin para a invasão do território do país vizinho, Tkach revela que o processo, protocolado em 2008, jamais avançou de fato. “Nunca recebemos um sinal claro de aprovação, nunca se falou sobre a instalação de bases militares da Otan” na Ucrânia”, enfatizou.

 

Por fim, o diplomata afirmou que a guerra já era algo anunciado antes mesmo de Zelensky assumir o poder, o qual, segundo ele, não vem medindo esforços para que o confronto bélico termine. “Quando o presidente Zelensky chegou ao poder, ele foi convencido que só com os esforços da Ucrânia iria terminar a guerra. No entanto, esses esforços não foram suficientes. A Ucrânia tem o direito de se defender e fazer de tudo para que a guerra termine. Até o momento, já foram mortas 220 crianças. Que relação elas têm com a Otan?”, questionou.