“É coisa de preto, né”: fala racista de vereador vaza durante sessão na Câmara de São Paulo

03/05/2022


Foto: Afonso Braga/CMSP

 

Uma fala de cunho racista atribuída ao vereador Camilo Cristófaro (PSB) vazou durante uma sessão da Câmara Municipal de São Paulo na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Aplicativos durante a manhã desta terça-feira (3).

 

Um trecho da fala do vereador passou a circular nas redes sociais. No áudio, é possível ouvir Cristófaro dizendo: “Não lavaram a calçada (…) é coisa de preto, né?”  Ouça.

 

À CNN, a defesa do vereador respondeu que “por enquanto não irá se manifestar sobre a questão”. Em nota, o presidente da Câmara dos Vereadores de São Paulo, Milton Leite, afirmou que recebe a denúncia com “indignação” e diz que o caso será analisado pela Corregedoria da Câmara.

 

Racismo no metrô

A polícia de São Paulo vai investigar um caso de racismo que provocou uma grande confusão na noite desta segunda-feira (2) em uma estação de metrô. Segundo a vítima, Welica Ribeiro, uma mulher loira questionou se ela poderia ‘tirar o cabelo’ de perto, caso contrário, poderia ‘passar alguma doença’.

 

Welica, que é do Rio de Janeiro, estava com o irmão e os pais quando a mulher começou a falar de seu cabelo. Samuel Lopes, uma das testemunhas, estava ao lado de Welica no metrô.

 

“A mulher falou assim: ‘moça, você podia dar licença e tirar seu cabelo? Você pode passar alguma doença para mim’. Falou com cara de cinismo mesmo”. Assista ao vídeo abaixo.