“Queremos a Rússia enfraquecida”, declara secretário de Defesa norte-americano

25/04/2022


Foto: jovempan.com.br

 

Em entrevista coletiva, neste domingo (24), Lloyd Austin, secretário de Defesa dos Estados Unidos, comentou sobre o atual estágio da guerra no Leste Europeu, que completou dois meses de duração. De acordo com o dirigente, o qual recentemente esteve em viagem a Kiev, a Ucrânia poderá vencer o confronto com a Rússia, desde que tenha o armamento necessário para isso. 

 

Depois do encontro que teve com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, Austin ressaltou sua sensação positiva em relação à possibilidade de vitória do exército ucraniano no confronto. "O primeiro passo para vencer é acreditar que você pode vencer. E eles acreditam que podemos vencer. Nós acreditamos que podemos vencer, que eles podem vencer se tiverem o equipamento certo, o apoio adequado", disse o dirigente. 

 

Em consonância à declaração do secretário de Defesa, o governo de Joe Biden estabeleceu uma política de envio de armas para fortalecer o exército ucraniano, cuja intenção não consiste apenas em fomentar a resistência das forças locais, mas o enfraquecimento das ofensivas das tropas russas. "Queremos ver a Rússia enfraquecida a ponto de não ter condições de fazer o tipo de coisa que fez ao invadir a Ucrânia", salientou Austin.

 

Nesse sentido, Austin enfatizou, na exposição aos jornalistas, que a Rússia está perdendo gradativamente sua capacidade militar, o que representaria o “momento certo” para minimizar sua expansão no território do país vizinho. Ademais, o secretário também informou que Biden deverá designar, nos próximos dias, a atual embaixadora do país na Eslováquia, Bridget Brink, como nova representante diplomática em Kiev.