“Pode ser que esteja na frente, mas não com essa diferença”, diz Mourão sobre liderança de Lula

14/04/2022


Foto: brasil247.com

 

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o vice-presidente Hamilton Mourão (PROS) falou sobre a última pesquisa eleitoral, em que o ex-presidente Lula (PT) ainda aparece à frente de Jair Bolsonaro (PL) nas intenções de voto. De acordo com o general da reserva, “o petista pode até estar na liderança, mas não com essa vantagem”. 

 

Segundo Mourão, que recentemente afirmou que sua relação com Jair Bolsonaro é meramente protocolar, as pesquisas não refletem o atual cenário político, em que o atual chefe do executivo federal vem diminuindo a distância que o separava de seu rival. “Eu acho que as pesquisas estão um tanto quanto distorcidas. Pode ser que o Lula esteja na frente, efetivamente, mas não com essa diferença que aparece”, afirmou. 

 

Como justificativa ao seu parecer, Mourão ressaltou que chegou a essa conclusão após sentir a opinião das pessoas ao andar pelas ruas do país. Conforme suas palavras, há uma diferença clara entre as estratégias de campanha entre os principais postulantes ao Palácio do Planalto. “A partir de agora, o Lula tem que se mostrar, porque o Lula estava jogando parado, quietinho, dentro da moita dele, e o presidente Bolsonaro tomando tiro todo dia. Acho que ele [Lula] começa a falar algumas coisas que não são perfeitamente coerentes, e aí começa a tomar o contravapor dele. Começa, então, a haver uma aproximação do presidente em cima do Lula”, disse o vice-presidente. 

 

Por fim, apesar de ter sido negligenciado na escolha de Bolsonaro para ser seu próximo vice-presidente, Mourão salientou que, com o apoio do mandatário, será candidato ao Senado pelo estado do Rio Grande do Sul nas eleições de outubro. “Eu, na realidade, preciso não só dos eleitores do presidente, como também de outro grupo de eleitores. Talvez aqueles que votaram no presidente em 2018 e hoje não votariam nele. Eu preciso reconquistar esses eleitores para o nosso lado. Isso é um trabalho que eu tenho que fazer”, concluiu.