“Nossa luta é pela liberdade”, afirma Zelensky

11/04/2022


Foto: poder360.com.br

 

Em pronunciamento oficial na noite deste domingo (10), Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, fez uma avaliação sobre os últimos acontecimentos da guerra contra a Rússia, que já se estende por mais de 1 mês. De acordo com o mandatário, o governo de Vladimir Putin, além de ter iniciado o conflito bélico com a invasão, quer transferir a culpa desse fato para os ucranianos. 

 

Como justificativa ao seu parecer, Zelensky enfatiza que a Rússia, a partir de uma estratégia de cunho imperialista de Putin, promove uma ação de extermínio na Ucrânia. Ademais, o presidente destacou a coragem dos seus compatriotas diante do conflito. "Eles destruíram a vida de milhões. Eles começaram uma guerra em grande escala e agem como se fôssemos culpados por isso. As pessoas daqui são as mais corajosas do melhor país do mundo", afirmou. 

 

Em relação às intenções de ambos os lados do confronto, Zelensky salienta que a luta dos ucranianos é pela liberdade, bem como pela defesa perante um inimigo que tem como objetivo principal destruí-los. "Nossa luta é pela liberdade, pelo Estado. Mais uma semana em que a Ucrânia permanece viva, apesar de todos os esforços da Rússia para nos destruir. Estamos lutando. Estamos defendendo. Estamos repelindo os ataques", disse o presidente. 

 

Por fim, em negligência às tratativas de paz entre as duas nações, Zelensky ainda declara que a Ucrânia está fazendo de tudo para vencer a guerra, além de citar uma suposta covardia do governo russo, sobretudo pelos ataques recentes às cidades de Bucha e Mariupol. "Quando a covardia cresce, tudo se transforma em catástrofe. A Rússia perdeu o contato com a realidade, agindo como agressores”, concluiu.