"A Rússia está cometendo um genocídio na Ucrânia", afirma Zelensky

03/04/2022


Foto: poder360.com.br

 

Em entrevista ao canal de TV norte-americano CBS, que será exibida nesta segunda-feira, Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, fez uma avaliação do conflito bélico do seu país com a Rússia, que já se estende por mais de 1 mês. De acordo com o mandatário, o exército inimigo está “cometendo um genocídio no território ucraniano”.

 

Como justificativa à sua afirmação, que foi transcrita pelos jornalistas, Zelensky, que tem feito reiteradas críticas a um suposto plano imperialista de Vladimir Putin, ressaltou que em seu país existem mais de 100 etnias que estão sendo massacradas. "Isto é genocídio. A eliminação de toda a nação e do povo. Somos os cidadãos da Ucrânia. Nós temos mais de 100 nacionalidades. Trata-se da destruição e extermínio de todas essas nacionalidades", declarou Zelensky. 

 

Ainda de acordo com o presidente ucraniano, mesmo antes da guerra se iniciar com a invasão das tropas russas, o seu governo já havia alertado sobre a possibilidade de um plano de genocídio arquitetado pelo Kremlin. "Somos cidadãos da Ucrânia e não queremos nos submeter à política da Federação Russa. Esta é a razão pela qual estamos sendo destruídos e exterminados", afirmou. 

 

As imagens e relatos das mortes de civis em Bucha, cidade no leste da Ucrânia, suscitaram um posicionamento crítico da comunidade internacional e ameaças de mais medidas restritivas contra Moscou. Anatoly Fedoruk, prefeito do município, informou que 280 corpos foram enterrados em valas comuns na cidade.