“Será uma luta do bem contra o mal”, afirma Bolsonaro em relação à disputa presidencial

28/03/2022


Foto: oglobo.globo.com

 

Em evento do Partido Liberal, neste domingo (27), o presidente Jair Bolsonaro (PL) discursou ao público presente, ressaltando as dificuldades que terá na campanha visando a reeleição à presidência. Antes do atual chefe do executivo federal falar, no entanto, o locutor da cerimônia, de apelido “cuiabano”, salientou que “Messias”, como chamou a todo momento o mandatário, vai travar uma batalha que não é apenas política, mas espiritual. 

 

Em comparação entre a trajetória de Bolsonaro e de Jesus Cristo, cuiabano cita o atentado à facada contra o presidente em 2018. Ademais, o locutor promoveu ataques indiretos ao ex-presidente Lula, estabelecendo uma analogia entre o petista e o personagem do ladrão Barrabás. “Tentaram matar o Messias. Soltaram o Barrabás”. Na sequência, cuiabano pede para a plateia rezar um “Pai Nosso” e, apontando para o ex-capitão, afirma: “Este homem é o escolhido. Deus não escolhe os capacitados. Deus capacita os escolhidos”

 

A bolsonarista Marilena dos Santos (52), também presente na multidão, ergueu sua bíblia e, aos pulos, enalteceu sua emoção por estar diante do “messias”. “Eu vim de Unaí só para ver o escolhido”, disse a senhora, que é evangélica e adepta da Igreja Mundial do Poder de Deus.

 

No palco, Bolsonaro fomentou o momento que misturava política e religião, salientando que a corrida ao Palácio do Planalto deste ano será, na verdade, uma “luta entre o bem e o mal”. “Não é uma luta da esquerda contra a direita. É uma luta do bem contra o mal”, disse o presidente.