“Putin está avaliando usar armas químicas na Ucrânia”, declara Biden

22/03/2022


Foto: www1.folha.uol.com.br

 

Em um evento com líderes empresariais, nesta segunda-feira (21), Joe Biden, presidente dos EUA, acusou Vladimir Putin de estar pretendendo utilizar armas químicas na guerra contra a Ucrânia, que já se estende por quase 1 mês. De acordo com o mandatário norte-americano, são falsas as declarações do Kremlin de que existam armas biológicas no país vizinho.

 

Segundo Biden, que tem promovido ataques a um suposto plano imperialista implementado pelo governo russo, Vladimir Putin está acuado e, por isso, tem fomentado mentiras sobre uma possível política armamentícia dos países ocidentais. “Putin está contra a parede e agora ele está falando sobre novas bandeiras falsas que ele está levantando, inclusive, afirmando que nós na América temos armas biológicas e químicas na Europa, simplesmente não é verdade”, afirmou Biden. 

 

No que concerne à possibilidade de Putin considerar o uso de armas químicas no conflito bélico com a nação vizinha, Biden afirma que ela é real, justamente pelo fato do governo russo sugerir que é a Ucrânia que detém esse armamento. "Eles também estão apontando que a Ucrânia tem armas químicas e biológicas. Isso é um sinal claro de que ele está considerando usar ambas”, disse. 

 

Em contestação à fala de Biden, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia deixou claro, na presença do embaixador americano John Sullivan, que a diplomacia entre os dois países está “à beira de uma ruptura”. "Essas declarações do presidente norte-americano, indignas de um homem público desse escalão, colocam as relações russo-americanas à beira de uma ruptura", relatou o órgão.