Natália Bonavides destina meio milhão de reais para edital de produção audiovisual do RN

18/03/2022


Foto: Luisa Medeiros

 

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) anunciou ontem, na plenária do setor audiovisual potiguar, que destinou, por meio das emendas parlamentares de 2022, R$ 500 mil para o governo do RN elaborar um edital para o setor audiovisual do estado.

“Foi com muita alegria que destinamos esse recurso. Trabalhadoras e trabalhadores do audiovisual necessitam de todo o investimento possível para seguir produzindo e incentivando a cultura potiguar. E nosso mandato tem buscando construir junto com o setor cultural ações como a Lei Aldir Blanc, a Paulo Gustavo, o retorno do Circuito Ribeira, a reestruturação de casas de cultura do RN, entre outras ações. Seguimos incentivando a produção artística e cultural potiguar”, destacou Bonavides.  

Na área cultural, a parlamentar também destinou recursos para a realização do Circuito Cultural Ribeira, em Natal; para os projetos Cinemateca Potiguar, Núcleo de Produção Digital e Cine Poty do IFRN campus Rocas e, juntamente com professoras da instituição, articulou recurso para estruturação de uma sala de exibição no Campus, que vai ser importante para a distribuição da produção audiovisual do estado. 

O diretor, produtor e roteirista, Pedro Fiuza, que vinha dialogando com o mandato de Natália sobre parcerias e recursos pontuou que a emenda para a produção audiovisual é um marco histórico com valor inédito de investimento local, mas também destacou que outras parcerias precisam ser feitas para a o setor seguir produzindo.

“O setor e a deputada sabem que ainda estamos aquém do mínimo necessário para o setor no estado, que é de R$ 6 milhões, mas isto precisa ser atingido com a cooperação de várias instâncias e o que Natália fez, foi dar o exemplo do que uma escuta genuína ao setor pode se transformar. Eu espero que outros parlamentares, gestores e instituições possam seguir o exemplo de como um investimento no audiovisual tem que ser, e que não regridamos. Mas o que Natália fez, sem exageros, foi uma ação que a fez entrar para a história do audiovisual potiguar”, disse Fiuza. 

Ao todo, Bonavides já destinou mais de 1,4 milhão para o setor cultural do RN, a ser distribuído em diversas áreas, como audiovisual, pontos de cultura, reforma de casas de cultura, entre outros.