O avanço da vacina foi um dos fatores determinantes para flexibilização do uso das máscaras

16/03/2022


Foto: Cedida

Na manhã desta quarta (16), em entrevista ao jornal Potiguar Notícias a subcoordenadora de Vigilância sanitária da Sesad, Diana Rêgo, destacou alguns resultados do avanço da vacinação no Estado, como a diminuição dos casos de Covid, a redução no número de óbitos e nos últimos dias foram registrados a menor taxa de solicitação de leitos clínicos. E de acordo com a coordenadora estes resultados é consequência do avanço na vacina que tem seguido de forma ativa.

Destacou também que o Estado contabiliza um número de mais de 150 mil pessoas em atraso, sendo considerado pra SESAD a conclusão do ciclo vacinal com a terceira dose.

“A gente percebe que as pessoas quando pegam o coronavírus, a doença é de sua forma mais leve, é muito importante que as pessoas entendam que é necessário a conclusão do esquema para o quanto antes, a gente saia deste estado de pandemia.”  Quanto a vacinação nas crianças 05 a 11 ressalta que o estado está entre os três melhores do país neste quesito, onde já se passa de 50% com a primeira dose. 

Ao ser questionada quanto a segurança sobre o decreto que deixa facultativo o uso da máscara em ambiente fechado, ela enfatiza que o governo do Estado acatou a recomendação do Comitê Cientifico devido aos resultados positivos que estão sendo visualizado com o avanço da vacinação,denntre outros fatores determinantes, já citados, no entanto, afirma a necessidade da população usar de bom senso quanto ao uso da máscara principalmente em lugares onde há aglomeração, e consequentemente assintomáticas. “Buscar o distanciamento social quando estives assintomática e em transportes coletivos.” destacou.

Finalizando a entrevista ela informou que o Ministério da Saúde, sinalizou a campanha da gripe que deverá acontecer no mês de abril, no entanto não nada confirmado.