Resposta de Mourão sobre a possibilidade de apoio a Lula: "Governo do PT foi catastrófico"

14/03/2022


Foto: blogs.oglobo.globo.com

 

Através de sua conta no Twitter, o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) comentou a possibilidade de que apoiaria o ex-presidente Lula na corrida ao Palácio do Planalto. O motivo do boato foi a declaração que o general da reserva deu na última quarta-feira (9) ao jornal Metrópoles, ressaltando que as Forças Armadas não iriam impor barreiras para um eventual novo governo do petista. 

 

Na postagem, Mourão negou de forma incisiva qualquer chance de apoio a Lula, salientando que a gestão do Partido dos Trabalhadores à frente da nação foi “catastrófica”. “Não estou abrindo as portas dos quartéis para Lula e PT. Quem pensa dessa maneira, não conhece a história dele e nem o papel das Forças Armadas”, disse no texto. 

 

Em entrevista ao Metrópoles, o vice-presidente, o qual mantém, segundo ele próprio, uma relação meramente protocolar com Jair Bolsonaro (PL), analisou uma possível vitória de Lula nas urnas, deixando claro que as Forças Armadas sempre se mantiveram isentas durante o período em que o PT comandou o executivo federal. 

 

"As Forças Armadas têm se mantido dentro dos limites dos deveres constitucionais dela, têm agido dessa forma ao longo de todo esse período, desde o término do período de presidentes militares", disse. Mourão destacou que os militares "não se meteram em nenhum processo eleitoral" desde a redemocratização”, declarou o general. 

 

Após a exposição aos jornalistas, a fala de Mourão repercutiu negativamente entre apoiadores do atual presidente, com quem tem divergido nas últimas semanas, sobretudo no que concerne à guerra entre Rússia e Ucrânia. Recentemente, devido às dissonâncias, o general já ratificou que não espera compor a chapa presidencial no pleito deste ano.