Presidente ucraniano manda mensagem para os países da Europa: “Estamos morrendo por vocês também”

10/03/2022


Foto: poder360.com.br

 

Em entrevista ao jornal alemão Bild, nesta quarta (9), Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, falou sobre a atuação do povo do seu país na luta contra as tropas russas. De acordo com o mandatário, seus compatriotas estão lutando e morrendo por todos os países da Europa. 

 

"O que está acontecendo conosco agora também pode acontecer com vocês. E isso é muito importante para mim: nós morremos por vocês também", afirmou Zelensky, ao falar sobre países que não apoiam a Ucrânia na UE.

 

O comentário do presidente ucraniano foi suscitado a partir de uma pergunta de um dos jornalistas sobre a possível entrada do país na União Europeia. Nesse sentido, quatro dias antes do início do conflito bélico contra a Rússia, em 28 de fevereiro, Zelensky assinou um pedido, em caráter de urgência, para que a nação fosse admitida no bloco. No dia seguinte, o parlamento europeu, por 637 votos, decidiu favoravelmente sobre a entrada da Ucrânia. 

 

"Os governos que não apoiam nossa adesão à UE apontam para reformas que ainda precisam acontecer. Eles não nos veem como iguais. Ainda tenho muitas perguntas sem resposta", ressaltou Zelensky.

 

No que concerne às negociações sobre o fim da guerra, o mandatário afirma que está disposto a fazer concessões para chegar a um entendimento sobre o cessar fogo. Entre as exigências estabelecidas por Vladimir Putin para um tratado de paz, está o reconhecimento das repúblicas separatistas de Donetsk e Luhansk, no Leste ucraniano, como territórios independentes. "A questão aqui não é o que eu posso dar. Em todas as negociações, meu objetivo é acabar com a guerra com a Rússia. E também estou pronto para dar alguns passos", salientou Zelensky.