Com voto do Brasil a favor, ONU aprova resolução contra invasão russa na Ucrânia

02/03/2022


Foto: Reuters/Carlo Allegri

 

Após três dias de discursos e o sétimo dia de guerra, a ONU aprovou por ampla maioria uma resolução contra a invasão russa da Ucrânia. A participação contou com mais de 100 países que se posicionaram com 141 votos a favor, 5 contrários e 35 abstenções.

A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou, nesta quarta-feira (02), um texto que "deplora nos mais fortes termos" a invasão da Rússia à Ucrânia. A resolução não tem força de lei e revela apenas como a comunidade internacional enxerga a ação. 

Foram 141 votos a favor, incluindo o do Brasil. Já Rússia, Belarus, Síria, Coreia do Norte e Eritreia votaram contra, enquanto 35 países se abstiveram, entre eles a China. 

Boa parte da comunidade internacional acusa a Rússia de Vladimir Putin de violar o artigo 2 da Carta das Nações Unidas, que pede aos seus membros para não recorrer a ameaças ou à força para solucionar conflitos.

Segundo o governo ucraniano, os ataques russos mataram mais de dois mil civis até o momento. O prefeito de Kiev afirma que tropas se aproximam da capital. A Rússia diz que tomou a cidade de Kherson, com 250 mil pessoas, nas últimas horas; a informação é negada pelas autoridades da Ucrânia.