Fativan Alves cobra correção de nome no CER de Parnamirim

22/02/2022


 

A vereadora Fativan Alves (PV) cobrou publicamente na sessão desta segunda-feira (21), na câmara municipal de Parnamirim, “uma das maiores injustiças da gestão Taveira” com a professora Wilma Farkatt.
 
A parlamentar fez uma nova visita ao o Centro Especializado em Reabilitação (CER) a pedido da família Farkatt e ao chegar no local, constataram que o nome da placa ainda era o de “Maria Risalva Cruz”, mesmo com o nome da professora Wilma .
 
“Estas atitudes são a cara desta gestão, eles mostram que o respeito não existe pra com as pessoas, muito menos com quem faz pelo nosso povo. O CER iria ser uma homenagem a professora Wilma, por força de lei inclusive, e no dia da inauguração inauguraram a placa com o nome de outra pessoa”, comentou Fativan Alves.
 
A vereadora inclusive criticou o prefeito Rosano Taveira, que foi as redes sociais para dizer que o problema tinha sido corrigido, quando a situação permanecia a mesma. 
 
“O mais ridículo pra esta gestão ver que o expoente maior, que é o prefeito se presta ao papel de ir a uma rede social afirmar que havia feito as mudanças, quando nós fomos ao local e vimos que nada tinha mudado. Respeite a imagem da professora Wilma prefeito Rosano Taveira”, exigiu Fativan.
 
A vereadora foi até a Secretaria de Saúde do Município e conversou com a secretária adjunta da pasta, Luciana Guimarães da Cunha, e informou o ocorrido. A representante da pasta informou que levará o caso as instâncias maiores para solucionar o mal estar.    
 
Entenda
 
A professora Wilma Farkatt era conhecida em Parnamirim pela defesa dos direitos das crianças e jovens com necessidades especiais. Ela auxiliava nos tratamentos, além de conseguiu apoio para muitos paraesportistas parnamirinenses disputarem torneios em todo o Brasil.
 
E como homenagem o Centro Especializado em Reabilitação foi batizado com o nome da educadora, mas no momento da inauguração do local, a gestão Taveira mudou o nome para “Maria Risalva Cruz”, o que gerou revolta dos familiares, amigos e atletas que conheciam a professora.