População tenta deixar Kiev, mantimentos estão escassos e não há mais gasolina em vários postos

24/02/2022


Foto: Emilio Morenatti / AP Photo

 

Após a Rússia iniciar a invasão total à Ucrânia, Kiev começa a viver um caos. Milhares de moradores da capital ucraniana começaram a deixar a cidade nas primeiras horas desta quinta-feira (24).

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, publicou em seu twitter que "cidades ucranianas pacíficas estão sob ataque", e acusou Putin de iniciar uma invasão total ao país.

Há explosões e movimentação militar em diferentes cidades, a invasão russa está por todos os lados e a população não tem como fugir. O trânsito está congestionado na cidade, especialmente nos corredores de acesso às saídas da capital.

Devido a alta procura e urgência da situação, filas foram criadas em postos de combustíveis e em sua maioria já não possuem mais gasolina para vender.

A mesma situação se repete nos supermercados que se encontram lotados. A população está em busca de mantimentos que logo também acabaram. 

Milhares de pessoas estão lotando estações de ônibus e trens do metrô, a maioria com muita bagagem nas mãos, em busca de abrigo. Desde a Guerra Fria, as estações de metrô possuem bunkers que foram construídos para que a população se protegesse da guerra.

Fortes explosões foram ouvidas por jornalistas das agências internacionais de notícias no centro de Kiev e também em outras cidades ucranianas. Um pouco depois, as sirenes para alertar para bombardeios ressoavam no centro da capital.