RN é o segundo estado brasileiro com melhor cobertura da primeira dose, constata Fiocuz

18/02/2022


Foto: Reprodução

 

Segundo nota técnica do Observatório Covid-19 da Fiocruz sobre a baixa cobertura vacinal entre crianças de 5 a 11 anos do Brasil, divulgada na tarde desta quinta-feira (17), constatou-se que o RN é o segundo com melhor cobertura de primeira dose maior e está acima da média nacional (21%). O Estado potiguar tem 32,6%, atrás apenas do Distrito Federal, com 34,6%. Os dados da Fiocruz são da última segunda-feira (14). Nesta sexta (18), o RN tem cobertura de 39%. 

A Nota Técnica revela que a cobertura vacinal de primeira dose é diretamente proporcional e maior nos estados onde a expectativa de vida ao nascer e o IDH são também maiores. Ao contrário disso, a cobertura vacinal de primeira dose é menor onde há maior desigualdade de renda, pobreza e internações por condições sensíveis à atenção primária.

O documento apresenta ainda um panorama da vacinação contra Covid-19 entre as crianças, aponta a grande heterogeneidade no nível subnacional e reforça a necessidade de articulação de todas as esferas de gestão para a expansão da cobertura vacinal no país. Em um cenário em que apenas este grupo não está imunizado, ele se torna particularmente vulnerável à infecção e à disseminação do vírus, inclusive entre outros grupos etários.

O pior desempenho está no Amapá, com apenas 5,3% de vacinados. Onze capitais estão abaixo da marca do país: Macapá (1,6%), Boa Vista (20,6%), Rio Branco (6,9%), Porto Velho (16%), Teresina (8,4%), João Pessoa (15,8%), Recife (1,9%), Belo Horizonte (18,4%), Campo Grande (1,6%) e Cuiabá (15,7%). Natal está acima da média nacional, com 29,1%.