Nesta terça (1), Gás Natural canalizado fica mais barato no RN

31/01/2022


Foto: Reprodução

 

As frequentes variações no preço da gasolina no Rio Grande do Norte influenciaram a busca pela conversão de veículos a gás natural no estado, o que segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN), em junho de 2021 a quantidade de veículos movidos a GNV no Estado, era 51.114. Os números atuais – janeiro de 2022 – são de 52.055 carros. Um aumento de quase mil veículos registrados em 7 meses. O combustível se tornou uma opção mais barata para os motoristas potiguares. 

A redução tornou-se possível após contratação por parte da Companhia Potiguar de Gás – responsável pela distribuição de gás no estado – de um novo supridor para a compra do GN. Através de realização de uma chamada pública, a empresa Potiguar E&P, subsidiaria da Petrorecôncavo venceu a concorrência e passou a fornecer gás para a distribuidora a partir de 1º de janeiro de 2022.

A redução do preço era aguardada para o primeiro dia do ano, mas com o aumento do volume consumido especialmente pelos usuários do Gás Natural Veicular (GNV), a Potigás precisou aumentar a quantidade contratada, além de aguardar a  regulamentação do transporte e dos acessos às infraestruturas essenciais por parte da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).A Companhia Potiguar de Gás registrou um aumento de 30% no volume diário do gás comercializado entre março de 2021 e dezembro do mesmo ano.

“Já havíamos firmado contrato com a Potiguar E&P, que atua na bacia potiguar, e não medimos esforços para viabilizar o acesso da contratada à Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) de Guamaré. E para suprir a demanda desse aumento no volume, estamos em tratativas para a contratação de mais um supridor”, acrescentou a presidente da Potigás.