Sensação de calor aumenta no RN; Emparn explica

27/12/2021


Foto: Alex Régis

 

Os potiguares estão reclamando do calor intenso. A sensação térmica no estado aumentou consideravelmente na última semana, principalmente no litoral. A mudança na direção dos ventos e a alta umidade foram as responsáveis pela sensação de clima abafado. As chuvas deste fim de semana ajudaram na melhora da situação.

A meteorologista Mariana Vieira, da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), explica que as chuvas deste fim de semana estão ligadas aos sistemas meteorológicos que transitam pelo nordeste nesta época do ano, conhecida como pré-estação chuvosa. Por causa dela, os ventos que vêm para o nordeste chegam tanto no litoral como no interior do estado. “Esses ventos estão conduzindo a umidade do oceano para o continente, favorecendo assim as formações de chuva”, explicou Mariana.

Segundo a meteorologista, no litoral, a sensação térmica se elevou devido ao aumento da umidade. “Com as chuvas e as nuvens carregadas, o calor recebido na superfície é impedido de se dissipar durante à noite, nos dando uma sensação de temperatura mais elevada e ocasionando um desconforto térmico”, esclareceu Mariana.

Chuvas

Neste domingo (26) diversos municípios potiguares registraram chuvas com quase 200 milímetros. A Região Seridó foi a mais privilegiada, porém o Agreste e o Litoral registraram chuvas de menor intensidade. Segundo Boletim Diário da Emparn, divulgado nesta segunda-feira (27), das 291 estações ativas no RN, metade registrou chuvas na manhã de hoje.  

A Emparn já tem a previsão para os próximos três meses. De janeiro a meados de fevereiro, ainda será considerada pré-estação chuvosa, podendo ou não haver regularidade de chuvas no estado. Da segunda quinzena de fevereiro até o fim do mês de março, estarão ocorrendo precipitações da estação chuvosa, com chuvas mais constantes. Essas condições de chuva serão decorrentes da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Tanto na pré-estação como no período chuvoso, a tendência é de que as chuvas sejam normais, ou acima do normal, nas regiões Central e Oeste. Já o Litoral e o Agreste devem ter chuvas em torno do normal.