UFRN vai exigir comprovante de vacinação na volta das aulas presenciais

23/12/2021


Foto: UFRN

Quem quiser ter acesso a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), quando as aulas presenciais forem retomadas, vai precisar apresentar comprovante de vacina contra a Covid.

Para o público que não possui contraindicação médica, a exigência será sem exceção: alunos, professores, visitantes, pesquisadores, trabalhadores terceirizados, enfim, qualquer cidadão terá de comprovar que está imunizado contra a Covid para poder entrar nas dependências da Universidade.

Já aqueles que tenham alguma contraindicação à vacina por motivos de saúde, até estarão autorizadas a entrar na UFRN, porém apenas caso seja apresentado atestado médico que comprove tal fato.

O comprovante de vacinação poderá ser solicitado a qualquer momento. Portanto, levando em consideração normativa do Ministério da Saúde, as pessoas deverão portar cópia do comprovante do esquema vacinal ou, no caso dos não vacinados, do atestado médico.

Para a UFRN, a exigência vacinal segue princípios da Constituição Federal de 1988 no que diz respeito a autonomia das universidades públicas e a proteção dos direitos fundamentais à vida e à saúde. A Universidade também informa se basear nas normas reguladoras e leis de enfrentamento à pandemia, além dos pedidos de movimentos estudantis e sindicais dos servidores técnico-administrativos e dos docentes da UFRN.

UERN

Na semana passada, a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), também comunicou que vai exigir comprovante de vacinação em sua volta às aulas presenciais, prevista para fevereiro. Estudantes que não comprovarem imunização poderão ter suas matrículas suspensas.