Salário mínimo tem valor previsto de R$ 1.210 em 2022; segundo Dieese valor deveria ser R$ 5.657,66

21/12/2021


Foto: Reprodução

 

O relator do Orçamento de 2022, deputado federal Hugo Leal (PSD-RJ), elevou para R$ 1.210 o valor previsto para o salário mínimo no próximo ano. O valor aparece em relatório apresentado nesta segunda-feira (20) pelo deputado à Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização da Câmara.

O valor previsto no relatório de Leal leva em conta um aumento em 2021 de 10,04% do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), indicador de inflação que é usado como referência para o reajuste do salário mínimo.

O valor de R$ 1.210 é R$ 41,44 superior aos R$ 1.169 estimados originalmente pelo governo na divulgação da proposta de Orçamento para 2022, em agosto deste ano. O relatório de Leal precisará passar pela comissão da Câmara e, depois disso, pelo plenário.

Para 2022, o governo federal propôs salário mínimo de R$ 1.169. O valor representa um aumento de 4,27% em relação ao piso vigente. Com o isso, os trabalhadores devem enfrentar o terceiro ano seguido sem aumento real (acima da inflação).

No entanto, o salário mínimo ideal, segundo o Dieese, deveria ser cerca de 5,42 vezes maior do que propõem os parlamentares e governo federal, no piso nacional vigente de R$ 1.100. Para chegar ao valor, o órgão calcula o gasto necessário para sustento de uma família de quatro pessoas, considerando dois adultos e duas crianças, com base na cesta de alimentos mais cara do país.

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) o salário mínimo necessário para uma família de 4 pessoas, com 2 adultos e 2 crianças deveria ser de R$ 5.657,66.

O valor exato do salário mínimo no próximo ano somente será conhecido no início de janeiro, quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o porcentual consolidado do INPC para o ano de 2021.