Teatro Alberto Maranhão é reaberto ao público

19/12/2021


Foto: Ana Luíza Pinto

 

Está entregue ao povo potiguar o Teatro Alberto Maranhão". Com essa declaração, a governadora Fátima Bezerra abriu as cortinas de um dos espaços culturais e históricos mais importantes do Rio Grande do Norte, fechado desde 2015. A reabertura oficial das cortinas do TAM, neste sábado (18), teve a participação especial do seu funcionário mais antigo, Manoel Oliveira Costa (Manoelzinho), convidado pela própria governadora para subir ao palco e entregar o teatro de volta ao povo e cultura norte-rio-grandenses.

 

Entregar o Teatro Alberto Maranhão tendo finalizado esta que foi a primeira grande intervenção do equipamento, deixando-o pronto para funcionar, com acessibilidade, do jeito que ele merece, é uma grande alegria, pois a cultura sempre foi uma prioridade da nossa gestão”, disse a governadora, lembrando que o TAM é uma das muitas obras de equipamentos culturais que passaram por melhorias e estão sendo entregues aos potiguares.

 

Nas obras de restauração do TAM, o Poder Executivo estadual investiu R$ 12,9 milhões no total, sendo R$ 10,4 milhões em obras e equipamentos e R$ 2,5 milhões da implementação da caixa cênica, espaço que abrange o palco e toda a estrutura cenotécnica. O projeto contemplou, ainda, renovação das estruturas elétricas e hidráulicas, projeto de acessibilidade (rampas, piso tátil, poltronas largas para pessoas maiores e elevadores), a climatização central, além do sistema de esgoto que previne alagamentos. Os recursos foram viabilizados pelo empréstimo junto ao Banco Mundial, por meio do Projeto Governo Cidadão, Secretaria de Estado de Turismo e Fundação José Augusto (FJA) e a intervenção foi fiscalizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

 

Para o diretor do TAM, Ronaldo Costa, que afirmou ter caminhado sozinho pelo teatro muitas vezes durante esses anos, a reabertura do espaço cultural vai potencializar a cadeia produtiva. “Os artistas potiguares sofreram o impacto da pandemia e diminuíram o trabalho. Com a reabertura, é hora de criar projetos e reviver a Ribeira, a cultura e o teatro. O gigante acordou”, ressaltou Ronaldo.

 

Segundo o diretor da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto, o governo vai ampliar a restauração dos equipamentos de cultura pelo interior do RN. “Somos gratidão a nossa governadora que se preocupa e dá o real valor que a cultura tem. Hoje dentro da agenda de inaugurações dos nossos equipamentos culturais entregamos o TAM e junto com ele vida à cultura potiguar. Logo estaremos no interior entregando também os equipamentos aos artistas e ao povo norte-rio-grandense”, afirmou Crispiniano.

 

Além do Teatro Alberto Maranhão estão concluídos o Papódromo João Paulo II; a Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM); a Pinacoteca do Estado; a Biblioteca Câmara Cascudo; o Memorial Câmara Cascudo; os teatros Adjuto Dias (Caicó) e Lauro Monte Filho (Mossoró), além do Forte dos Reis Magos, que será inaugurado no dia 25 de dezembro de 2021.

 

PROGRAMAÇÃO

20/12 – (Segunda – 19h)

Mostra de curtas-metragens com cinco filmes premiados pela Lei Aldir Blanc RN

21/12 – (Terça-feira-19h)

Cantata Brincante SESC Natal (Evento para convidados)

22/12 - (Quarta-19h)

Quarta da Dança com a Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (CDTAM) e grupos de dança, bailarinos e dançarinos convidados

23/12 – (Quinta-19h)

O Empresário”, ópera cômica de W.A. Mozart com a Cia Lyricus (Mossoró)