Câmara de Parnamirim dá título de cidadão a São João Lostau Navarro

11/12/2021


 

A Câmara Municipal de Parnamirim concedeu neste sábado (11) o título de cidadão in memoriam a São João Lostau Navarro. A celebração aconteceu nas ruínas da Casa de Pedra na divisa de Pium e Nísia Floresta, que era a antiga residência do santo.
 
Estiveram presentes a vereadora Fativan Alves, seus colegas de plenário e o padre Murilo de Paiva, pároco de Parnamirim. A honraria também contou a participação dos vereadores da Câmara Municipal de Nísia Floresta e a população das duas cidades.
 
A medida visa realizar uma correção histórica, reconhecendo a importância do município de Parnamirim nesse movimento católico. Assim, Parnamirim passará a ser incluída na rota do caminho dos santos mártires, com objetivo de incentivar o município enquanto destino do turismo religioso.
 
História dos mártires:
 
Segundo o relato da Igreja Católica, invasores holandeses calvinistas assassinaram 69 pessoas que assistiam a uma missa celebrada pelo padre André de Soveral na cidade de Cunhaú (atual Canguaretama), em 15 de julho de 1645. 
 
O Brasil, como um dos países com maior número de católicos teve 30 brasileiros canonizados, são eles: André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira, Antônio Vilela Cid, Antonio Vilela e sua filha (identificada apenas como uma criança do sexo feminino), Estêvão Machado de Miranda e duas filhas (também não identificadas), Manoel Rodrigues de Moura e sua esposa (não identificada), João Lostau Navarro, José do Porto, Francisco de Bastos, Diogo Pereira, Vicente de Souza Pereira, Francisco Mendes Pereira, João da Silveira, Simão Correia, João Martins e seus sete companheiros (identificados apenas como um grupo de jovens que se recusaram a lutar pela Holanda contra Portugal), a filha de Francisco Dias – que não está entre as vítimas, mas é provável que ele tenha morrido junto à pequena -, Antônio Baracho e Domingos de Carvalho.