Morre ex-vereador Ney Lopes Júnior; Velório será no Morada da Paz, a partir do meio-dia

01/12/2021

Por: Redação PN
Foto: Reprodução

O velório do ex-vereador de Natal, Ney Lopes Júnior,47 anos, encontrado morto em casa pela noiva Eli Oliveira, será nesta quarta-feira (01), a partir do meio-dia, na central do Cemitério Morada da Paz, em Emaús. Às 17h haverá uma missa de corpo presente e às 18h o corpo será cremado. 

 

Desde cedo, Ney Júnior mostrou interesse pela política, mas somente em 2008 ocupou seu primeiro cargo público quando foi eleito vereador com 5.820 votos. Durante seu primeiro mandato, Ney foi vice-presidente da Câmara Municipal de Natal quando assumiu o cargo de prefeito de Natal, temporariamente, após afastamento da prefeita Micarla de Sousa e renúncia ao cargo do vice-prefeito Paulinho Freire, e do presidente da Câmara, Edivan Martins, de 13 a 31 de dezembro de 2012. Ney voltou à Câmara Municipal de Natal nas eleições de 2016 quando recebeu 3.197 votos e ficou até o final do mandato em 2020.

 

Como parlamentar, Ney Júnior apresentou mais de 100 proposições legislativas e propôs 50 leis que entraram em vigor. Na política estudantil do Rio Grande do Norte, Ney Lopes Júnior foi fundador da Juventude do DEM. Na comunicação ele apresentou os programas “De olho na Cidade”, na TV Band Natal e “Procure seus Direitos”, na TV Tropical, enquanto no rádio apresentou o programa “Conversando com Ney Lopes Júnior”. 

 

 

 

 

Saiba Mais

 

Ney Lopes Júnior militou na política estudantil no Rio Grande do Norte, foi fundador da Juventude do DEM (antigo PFL), tendo sido secretário geral nacional e presidente no Estado. 

 

Outra paixão do ex-vereador era o Direito. Ney era mestre em Direito Econômico Internacional e pós-graduado em Políticas Públicas, Processo Civil e Mediador Judicial. 

 

No estado, exerceu a chefia do Procon estadual, entre 2013 e 2015, e foi diretor do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte. O pai, advogado Ney Lopes de Souza, foi deputado federal, e a mãe é a professora Abigail de Andrade Souza.