Lula conspirou pelo impeachment de Dilma?

14/10/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: correio24horas.com.br

 

Postulante à presidência da República pela quarta vez, Ciro Gomes (PDT-CE), em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, afirmou que o ex-presidente Lula conspirou para que Dilma Roussef sofresse o processo de impeachment em 2016. De acordo com o ex-ministro, a prova da trama é o estabelecimento de tratativas recentes entre o petista e as lideranças do MDB, como Renan Calheiros e Eunício Oliveira, que votaram favoravelmente à destituição de Dilma. 


Como base para suas afirmações, Ciro Gomes, além de rememorar sua defesa à permanência de Dilma, aponta que o MDB foi o partido mais beneficiado com a saída dela do comando do executivo federal e que Lula teria dado respaldo às articulações da legenda. “Eu atuei contra o impeachment, e quem fez o golpe foi o Senado Federal. Quem presidiu o Senado? Renan Calheiros. Quem liderou o MDB nessa investida? O Eunício Oliveira. Com quem o Lula está hoje? Hoje, eu estou seguro de que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma, estou seguro”, ressaltou Ciro. 


Ainda sobre sua tese de que Lula participou de um conluio para provocar o impeachment de Dilma, suscitado por crimes de responsabilidade fiscal, Ciro citou um episódio envolvendo seu irmão, o senador Cid Gomes. "O meu irmão, que também estava lutando [contra o impeachment], me chamou e falou assim: 'será que esses caras querem impedir o impeachment'. Agora estou seguro que eles estavam colaborando pelo impeachment da Dilma, porque nas eleições de 2018, o Lula estava com o Renan Calheiros, e queria que eu me envolvesse nisso, eu que fui para as ruas, [sendo que à época] era muito impopular defender a Dilma. Agora os amigos do peito são eles", declarou o presidenciável.


Por fim, Ciro declarou que a eleição de Bolsonaro foi culpa da incompetência administrativa de Dilma, mas sobretudo pela corrupção promovida durante todo o período em que o PT esteve no comando do país. "Quem produziu o Bolsonaro foi a irresponsabilidade criminosa e corrupta do Lula. Foi a crise econômica produzida pela falta absoluta de responsabilidade do Lula, que nos impôs uma presidenta, sem nenhuma qualificação para o cargo, sem aptidão e vocação, que fez o oposto do que prometera", concluiu o ex-governador do Ceará.