"Diário da Pandemia": Jornalista Henrique Fernandes lança livro de crônicas e relatos pessoais

29/09/2021


 
 
No começo de 2020, o mundo foi surpreendido pelo anúncio da pandemia de Covid-19. Os primeiros casos da doença foram reportados na China, proliferaram-se e atingiram quase todos os países, caracterizando-se como um grave problema sanitário. Um brasileiro, que buscava obter dupla cidadania, encontrava-se em um dos epicentros mais letais do vírus: a Itália. O país europeu produziu imagens duras, de guerra, que até hoje causam comoção. O jornalista rio-pretense Henrique Fernandes permaneceu na Itália de fevereiro a julho de 2020 e viveu o início da pandemia da Covid-19 no país. Como forma de aplacar a saudade da família e ocupar a cabeça enquanto a Itália colapsava, ele começou a escrever um diário, com crônicas inspiradas no que vivia. Os textos foram publicados na imprensa, de São José do Rio Preto (SP), e em outras mídias. O autor mostrou nos relatos como se comportavam as pessoas, a postura dos governos, falou sobre costumes, abordou a solidão, medo de morrer infectado e a esperança. 
Este material acaba de se transformar em um livro, que está sendo publicado pela editora Penalux.  
 
O livro, que terá seu lançamento na terça-feira (05/10) – das 19h às 21 horas, no Riopreto Shopping Center – pode ser adquirido acessando as maiores plataformas digitais do país, no formato impresso e também como e-book.
 
O jornalista falou sobre a obra. “Naquele momento tudo era novo. Havia acabado de chegar na Itália, o mundo tinha sido atingido por um vírus mortal e, em pouco tempo, era submetido ao meu primeiro lockdown, em um país com costumes diferentes e separado da minha família. Escrever durante o isolamento me manteve conectado ao meu mundo”. 
 
Nos meses em que esteve envolvido no processo de cidadania italiana, o jornalista acabou sendo enganado e descobriu como funciona esse mercado.  Teve problemas com a empresa que contratou para cuidar do seu processo, o que causou a não ida da sua família para a Itália e o atraso da cidadania. No final dos cincos meses, conseguiu a cidadania italiana, buscou a família no Brasil e viveu mais alguns meses na Itália. Hoje, de volta ao Brasil, trabalha na área de assessoria de comunicação.
 
O AUTOR
 
Henrique Fernandes nasceu em São José do Rio Preto (SP), no dia 20 de maio de 1980. É jornalista. Trabalhou nos jornais Folha de Rio Preto, Dhoje Interior e Bom Dia e foi colaborador da Folha de São Paulo e do portal UOL. Fundou a sua empresa, a Assessiva Comunicação, em 2007. Atende clientes de diversas áreas, como esportiva, empresarial e entidades de classe.