Com covid, Queiroga terá quarentena de quase R$ 30 mil bancada com dinheiro público

22/09/2021

Por: Jessyanne Bezerra
Foto: Reprodução

 

O ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 na noite desta terça-feira (21), tornando-se, assim o segundo caso de contaminação pela doença na comitiva de presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Nova York.

A comitiva brasileira se hospedou no Intercontinental Barclay, onde o quarto mais barato disponível amanhã sai por R$ 6 mil e o mais caro custa R$ 10 mil a diária.

Após o ministro Marcelo Queiroga (Saúde) ter testado positivo para a Covid-19 em Nova York, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendou o isolamento dos integrantes da comitiva presidencial que mantiveram contato com o titular da pasta.

O Ministro da Saúde, que mostrou o dedo do meio aos brasileiros, está em hotel cuja diária mais barata custa R$ 6 mil. Com covid-19, Queiroga ficará 14 dias em quarentena em hotel de luxo em Nova York. O hotel é 5 estrelas e será bancado com dinheiro público.

A Quarentena de Queiroga deve custar ao menos R$ 30 mil só em diárias em Nova York, o custo foi estimado para uma reserva feita nesta quarta (22), com duração até 6 de outubro, prazo de 14 dias similar ao que Queiroga deverá permanecer isolado para não contaminar outras pessoas.

De acordo com o que noticiou o portal UOL, o ministro brasileiro Queiroga disse que está sem sintomas, afirmou que passou nesta terça pelo evento da ONU e que ficará em Nova York de quarentena. Bolsonaro embarcou nesta noite de terça-feira para o Brasil.

Ele teria dito ainda que descobriu o resultado positivo ao fazer o teste para o retorno ao Brasil e que foi informado pelo presidente brasileiro. "Ele (Bolsonaro) continua a me apoiar no que for necessário", afirmou, segundo o UOL.