Bruna Hetzel dá tom jazzístico com brasilidade ao single “Azul”, recém lançado

02/08/2021


Foto: Humberto Lopes
 
 
A cantora e compositora Bruna Hetzel tem pintado em tons de céu, mar, jazz e brasilidades a sua mais recente produção musical. Prestes a lançar o álbum de carreira “Canto Azul”, a artista natalense liberou neste final de semana, em todas as plataformas digitais, o single “Azul”. A faixa é uma releitura do grande sucesso de Djavan e traz arranjos de Eduardo Taufic numa conexão entre suas influências jazzísticas e a MPB. 
 
Para Bruna Hetzel, “Azul” é uma canção que conta com múltiplas versões, todas com muita personalidade, por isso considera tão desafiador regravar uma obra consagrada. Além da gravação original, do compositor alagoano, a música foi interpretada por grandes nomes como Rosa Passos, Gal Costa e Vanessa Moreno. Sem esquecer da regravação do Modulatus - duo do potiguar Iuri Matias com a portuguesa Laura Rui. 
 
“É interessante perceber como todas as influências que levamos para uma canção chegam ao público, porque cada versão que ouvimos, enriquece o nosso vocabulário. Quando a gente constrói a nossa própria interpretação, tudo isso é recriado a partir dessa bagagem”, disse Bruna. “Azul revela essa escuta, ao mesmo passo em que imprime a nossa própria digital”, completou.
 
Bruna Hetzel traz em seu DNA a música. Neta do pianista e maestro Waldemar Ernesto Hetzel, a natalense trilha uma carreira reconhecida como intérprete do jazz, seja em grupos como a Sesi Big Band ou em apresentações solo, ao lado de músicos e intérpretes consagrados na cena local, nacional e internacional, como Jow Ferreira, Sergio Farias, Marco Antonio da Costa, Macaxeira Jazz, Joca Costa, Glorinha Oliveira, Eduardo Taufic, Roberto Taufic, Amaro Freitas, Mark Rapp, Taryn Szpilman. Mais recentemente, Bruna Hetzel tem se dedicado a compor, e o resultado dessa experiência  será revelada no álbum  “Canto Azul”, seu primeiro disco de carreira.
 
Ainda inédito, o álbum tem produção musical do arranjador e produtor musical Eduardo Taufic. O projeto foi aprovado na chamada pública da Lei Aldir Blanc, pela Prefeitura Municipal do Natal e complementado com recursos oriundos de uma campanha de financiamento coletivo através da plataforma Benfeitoria. A produção executiva é de Luciano Prates.
 
Além de Taufic na direção musical, arranjos, piano/Rhodes, a banda que está em estúdio conta com Roberto Taufic (violão/guitarra), Daniel Ribeiro (contrabaixo acústico e elétrico), Anderson Mello (bateria), Ramon Gabriel (percussão) e participação especial de Jow Ferreira. 
 
A faixa-título é sua primeira composição. “O disco sintetiza duas dimensões de minha trajetória, minha veia de intérprete e os meus primeiros passos como compositora. Trago autores conterrâneos como Roberto Taufic, João Salinas e Cleudo Freire e temas menos explorados de nomes consagrados da nossa música”, pontua.
 
Ouça “Azul” no Youtube
 
https://www.youtube.com/watch?v=V7hx2QilYDY