"Somos contrários à atual gestão da Petrobras", diz diretor do SINDIPETRO/RN

17/03/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta quarta-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Andrezza Tavares entrevistou Ivis Corsino, diretor do SINDIPETRO/RN (Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte), que falou sobre o atual momento da Petrobras, além dos desafios que o sindicato enfrenta neste período de pandemia.

          Segundo o diretor, o sindicato vem enfrentando grandes dificuldades, sobretudo devido à narrativa de deslegitimação das entidades sindicais, além da derrota em pautas como a reforma da previdência e trabalhista. Para ele, no entanto, apesar das adversidades, o SINDIPETRO vem desenvolvendo uma nova forma de atuação, estabelecendo um diálogo diferente e mais eficiente com seus representantes.

          Em relação ao posicionamento do SINDIPETRO sobre a gestão atual da Petrobras, o dirigente ressalta: "nós temos, sem dúvida, uma posição radicalmente contrária ao que acontece na Petrobras, tendo em vista que a estatal vem estabelecendo uma política de descontinuidade de atividades. Nesse sentido, pela falta de investimentos e falta de prosseguimento de algumas ações, sobretudo em relação às refinarias, eu desconfio da capacidade de gestão dessa atual direção da Petrobras".

         No que se refere à atividade petrolífera no Rio Grande do Norte, Ivis Corsino salienta: "aqui no nosso estado, estamos chegando a uma situação de extinção das atividades de petróleo, uma vez que a Petrobras tem feito uma retirada gradativa de suas atividades do RN. A estatal tem o conhecimento técnico das áreas com potencial de extração de petróleo, mas essas ações estão sendo represadas pela atual política da empresa. Portanto, se esse modelo continuar, teremos em breve o fim da atuação da Petrobras no Rio Grande do Norte", finaliza.

 

Para assistir à entrevista,acesse o link: https://youtu.be/txPba_Dtw-s