"Governo Fátima ousou e mudou método" diz Pedro Lopes sobre a recuperação fiscal

08/02/2021

Por: Jessyanne Bezerra

 

 

No programa Jornal Potiguar Notícias, em entrevista com o jornalista Pinto Júnior, o auditor fiscal e diretor da CONTROL, Pedro Lopes, esclareceu sobre a recuperação fiscal do estado e sobre a situação tributária do Governo Fátima.

Explicando sobre o papel da CONTROL, o Dr. Pedro Lopes disse “A CONTROL é a controladoria do estado, é o controle interno do poder executivo do governo” e complementou “aqui no estado, a controladoria atua de forma primária que é o acompanhamento da execução da despesa pública, para que ela ocorra de forma legal, cumprindo todo o rito da legislação e também sob o aspecto da economicidade e da eficiência do gasto público”.

Em relação as questões da recuperação fiscal do estado do Rio Grande do Norte, um dos maiores feitos do governo Fátima Bezerra, o diretor da CONTROL declarou “no último relatório de responsabilidade fiscal, publicado no dia 30 de janeiro, os números do poder público do estado do Rio Grande do Norte estão bem melhores do que quando recebemos 2 anos atrás” e esclareceu “se mantivermos a mesma política, teremos a recuperação total”.

Com a melhora nos índices de liquidez e endividamento de curto e longo prazo, feito pelo Super Refis que ajudou o governo na recuperação de créditos, Dr. Pedro Lopes justificou “Não há solução mágica, os gestores federais e estaduais que atuavam em cima dessas fórmulas mágicas (reformas imediatistas como previdência, trabalhista) para poder entregar soluções, mas na verdade a solução é de gestão e o governo Fátima Bezerra está entregando gestão”.  

O diretor da CONTROL ressaltou também que todo o resultado do Super Refis foi utilizado para pagar os salários atrasados do governo Robinson, no total foram R$ 90 milhões destinados para o pagamento, o que totalizou em mais de 50% dos servidores sendo quitados.

Sobre isso o auditor fiscal, Pedro Lopes ressaltou “estamos voltando com a estabilidade econômica e esperamos que retome e cresça mais ainda, porque o país precisa cresce, se o país não crescer não tem nada”.

Sobre o Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (Proedi), o diretor da CONTROL ressaltou sua importância “o governo Fátima ousou e mudou o método, nenhum governo anterior mudou isso, então todos os estados do Nordeste evoluíram na metodologia e o RN ficou para trás, começou a perder empresas e o governo Fátima Bezerra teve a sensibilidade de apresentar um projeto competitivo que gerou o interesse de empresas”.

Para saber mais da entrevista acesso link: https://youtu.be/C3O5DDvkXr0