Arthur Lira (PP) recebe 302 votos e é eleito presidente da Câmara dos Deputados

02/02/2021


Foto: Luís Macêdo / Câmara dos Deputados
 
 
O deputado federal Arthur Lira (PP) foi eleito nesta segunda-feira (1º) presidente da Câmara dos Deputados no 1º turno com 302 votos. O candidato apoiado por Jair Bolsonaro conseguiu mais da metade dos votos válidos e, por isso, não houve a necessidade do segundo turno.
 
Lira é líder do Centrão, conjunto de partidos fisiológicos e passou de azarão à favorito a partir do aumento da interferência de Jair Bolsonaro no processo liberando emendas em troca de votos. De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, o Governo liberou R$ 3 bilhões para 250 deputados e 35 senadores.
 
A maioria da bancada do Rio Grande do Norte votou em Lira: general Girão (PSL), Benes Leocádio (PSC), Beto Rosado (PP), Carla Dickson (PROS) e João Maia (PL).
 
Lira nasceu em Maceió (AL) e exerce o terceiro mandato na Câmara dos Deputados. É empresário, advogado e agropecuarista.
 
A vitória do alagoano é considerada uma vitória política e pessoal do presidente Jair Bolsonaro, que se empenhou pessoalmente na eleição tanto de Arthur Lira, como de Rodrigo Pacheco (DEM), eleito presidente do Senado também no 1º turno. Apesar da conquista, não é possível afirmar ainda se a mudança na configuração do Congresso Nacional terá reflexos nas eleições de 2022.
 
O deputado Baleia Rossi (MDB-SP), lançado por Rodrigo Maia (DEM-RJ) e que contava com o apoio de 10 partidos de diferentes espectros ideológicos, obteve apenas 145 votos.
 
Em terceiro lugar na disputa ficou Fábio Ramalho (MDB-MG), com 21 votos. Na sequência vieram Luiza Erundina (PSOL-SP), 16 votos; Marcel van Hattem (Novo-RS), 13 votos; Kim Kataguiri (DEM-SP), 2 votos; André Janones (Avante-MG), 3 votos e General Peternelli (PSL-SP), 1 voto.