Abidene: "Taveira não cumpriu a palavra sobre eu ser o candidato a vice"

28/09/2020

Por: REDAÇÃO DO PN
 
 
Ainda repercute em Parnamirim a forma desastrosa que o prefeito Rosano Taveira conduziu a escolha da sua companhia de chapa para disputar a reeleição.
 
A opinião é do vereador Abidene Salustiano que se sentiu “muito ferido, porque Taveira conduziu pessimamente mal”, o diálogo com os vereadores que dão sustentação a atual administração.
 
Para entender o caso. Taveira deu autonomia para os vereadores que o apoiam para que estes escolhessem o candidato ou candidata a vice em sua chapa. Depois de idas e vindas com nomes como: Irani Guedes, Italo Siqueira e Kátia Pires, o nome de Abidene foi escolhido por seus pares. Mas, de última hora “Taveira quebrou a palavra “.
 
Segundo Abidene, “ Taveira anunciou meu nome como companheiro de chapa no dia 11 na convenção do PSDB, inclusive autorizou Ezequiel Ferreira gravar vídeo com a chapa, quando foi no dia 16 me chamou para dizer que a vice era Kátia” explicou.
 
Se dizendo ferido, Abidene disse que não será candidato a nada para cumprir a palavra com as pessoas que o apoiaram para deputado. “Muitos estão revoltados e querem vingança, eu apenas estou ferido”, colocou.
 
Para Abidene os vereadores fizeram sua parte e cumpriram a palavra, o prefeito “que não cumpriu a palavra “, confirmou, sobre a sua não indicação para candidato a vice-prefeito na chapa.
 
Informou ainda que no dia 3 deste mês, 8 dos dos 12 vereadores “apoiaram o nome de Abidene “.
 
O vereador Abidene exemplificou o seu sentimento em relação a Taveira. “ Sinto como se alguém tivesse me convidado para fazer uma viagem em sua companhia e me abandonou no meio da estrada “, colocou.