Brasil deve perder 2,8 milhões de empregos em 2020, diz economista da CNC

05/07/2020


 
Depois de o Brasil registrar perda de 1,14 milhão de empregos formais de janeiro a maio, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o economista sênior da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), Fabio Bentes, 44 anos, estima que o país vai terminar o ano com o fechamento de 2,8 milhões de vagas.
 
Assim como se posiciona o Ministério da Economia e o BC (Banco Central), o economista disse que o fundo do poço da economia foi em abril –mês em que houve forte queda no mercado de trabalho e na atividade do setor produtivo.
 
Em abril, o Caged registrou o fechamento de mais de 860 mil postos de trabalho formais. O número em maio foi menor, mas ainda teve encerramento de vagas: 331.901.
 
 

Fonte: Poder360