Áudio de deputada bolsonarista sugere compra de votos na reforma da Previdência

18/01/2020


Foto: Carla Zambelli fala com o presidente Jair BolsonaroAgência Câmara / Marcelo Camargo
 
Está circulando na internet um áudio em que a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) admite que só conseguiu enviar recursos para um município paulista porque votou a favor da reforma da Previdência. A gravação teria sido enviada pela deputada a um governante municipal e está sendo vista pelos parlamentares de esquerda como uma prova de que houve compra de votos na aprovação da Nova Previdência. Carla Zambelli ainda não se manifestou.
 
"Infelizmente, o deputado no primeiro mandato não tem verba. É meu primeiro ano de mandato. Só consegui essa verba e indiquei mais R$ 5 milhões para a saúde do estado porque houve uma verba suplementar por conta da reforma da Previdência. Então, todos os deputados que votaram a favor da reforma da Previdência tiveram alguma verba que poderiam tirar de alguns ministérios para poder mandar para alguma cidade", diz o áudio atribuído a Carla Zambelli.
 
A gravação, que começou a circular na noite dessa sexta-feira (17), chegou aos Trend Topics do Twitter no Brasil na manhã deste sábado (18). Com mais de 6,8 mil tuítes, Carla Zambelli já é um dos dez assuntos mais comentados na rede social.
 
A maior parte desses comentários vem de vozes da oposição que viram o áudio como uma prova de o governo federal pagou pelos votos dos deputados - até dos deputados que apoiam o governo Bolsonaro como Carla Zambelli - para poder aprovar a sua principal proposta econômica: a reforma da Previdência.
 
"Somado a diversas manifestações públicas de parlamentares e também do governo, o áudio de Carla Zambelli revela que a reforma da Previdência só foi aprovada a partir da liberação de dinheiro público para compra de votos. Um verdadeiro esquema sujo de 'toma lá, dá cá'", disse, por exemplo, a deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP), que foi uma das primeiras a comentar o áudio e chamou a gravação de "escândalo".
 
Veja outras reações, publicadas junto com o áudio atribuído a Carla Zambelli:
 
Sâmia Bomfim
@samiabomfim
 · 12h
ESCÂNDALO! Circula na internet um áudio da deputada Carla Zambelli confessando para o Secretário de Saúde de São Carlos que só conseguiu a liberação de recursos para suas emendas porque votou a favor da reforma da previdência.
 
Rogério Correia
@RogerioCorreia_
Olha a prova de compra de votos para aprovar a reforma da previdência contra os trabalhadores. Foram 40 milhões para cada deputado que votou contra o povo. 
Carla Zambeli, aquela que a deputada Joice Halsseman chamou de burra, confessa a um prefeito.
Ouça:https://www.diariodocentrodomundo.com.br/audio-a-auto-denuncia-de-carla-zambelli-sobre-a-compra-de-votos-para-garantir-o-fim-da-aposentadoria-do-trabalhador/ …
 
Randolfe Rodrigues
@randolfeap
A confirmação de que a previdência do povo foi VENDIDA! A aposentadoria do povo foi negociada no “toma lá, dá cá” que tanto denunciamos! A deputada bolsonarista Carla Zambelli confessou a liberação de recursos em troca de votos a favor da reforma da previdência. CORRUPÇÃO!
 
Até o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), que era aliado do presidente Jair Bolsonaro na época da votação da reforma da Previdência e trabalhou com afinco para aprovar a proposta, usou o termo "compra de votos" para falar sobre o áudio de Zambelli. Veja:
 

Fonte: Marina Barbosa / Congresso em Foco