Lei de abuso de autoridade pode beneficiar criminosos, diz presidente do Sinpol

08/01/2020

Por: Redação PN
Foto: PNTV
O presidente do Sinpol- RN (Sindicato dos Policias Civis do Rio Grande do Norte), Nilton Arruda, concedeu entrevista ao Jornal Potiguar Notícias 1ª Edição desta quarta-feira (08). Na ocasião ele comentou sobre a lei de abuso de autoridade que começou a valer neste mês, polêmica, a nova regra é vista como um empecilho nas investigações criminais pelos agentes da segurança pública.
 
"Infelizmente essa lei vem trazer mais impunidade para a sociedade. Ela só traz benefícios a criminosos e a corruptos", disse ele. Com experiência em investigações por interceptação telefônica. Nilton afirmou que este é um método extraordinário de investigação. A nova lei prevê punição ao investigador que usar a interceptação sem contar com uma investigação prévia autorizada pela Justiça.
 
"Não existe nenhuma interceptação telefônica para gerar provas dentro do âmbito policial que não seja com autorização judicial. Você não consegue uma interceptação telefônica sem ter esgotado todos os meios prévios da investigação", colocou.
 
O presidente do Sinpol ainda falou sobre o pronunciamento da governadora Fátima Bezerra em convocar um concurso público para a Polícia Civil. Há dois anos, segundo Nilton, a categoria busca a realização de um concurso para amenizar o deficit de agentes.
 
"A Delegacia Geral de Polícia vai provocar a governadora e provavelmente será dispensado o processo licitatório. Isso vai dar mais celeridade ao concurso público", comentou.
 
Confira a entrevista completa a partir 27:20.