Incêndios florestais matam ao menos 30 pessoas no norte da Espanha e Portugal

16/10/2017


Foto: Reuters
Ao menos 30 pessoas morreram em consequência de centenas de incêndios florestais que assolam o norte da Espanha e de Portugal, queimando terras de cultivo e forçando moradores a deixarem cidades e vilarejos, disseram autoridades nesta segunda-feira, 16. 
 
Ao menos 27 pessoas morreram em Portugal, segundo um balanço atualizado divulgado pela Defesa Civil. "Podemos confirmar a morte de 27 pessoas nos distritos de Coimbra, Castelo Branco, Viseu e Guarda", no centro e norte de Portugal, afirmou em uma entrevista coletiva a porta-voz da Defesa Civil, Patricia Gaspar.
 
No domingo, Portugal tinha 440 incêndios declarados, "o pior dia desde o início do ano", de acordo com Patricia. O primeiro-ministro português, Antonio Costa, declarou "estado de catástrofe" no país, onde durante toda a noite 3,7 mil bombeiros lutaram para apagar 26 incêndios de grandes proporções.
 

Fonte: O Estado de S.Paulo