Deputada Larissa quer criação de programa de apoio a agentes penitenciários

08/06/2017


Foto: Assessoria ALRN
A deputada Larissa Rosado (PSB) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa sugerindo a criação de programa de assistência psicológica e psiquiátrica aos agentes penitenciários do Rio Grande do Norte. O alto grau de estresse ao qual esses profissionais são submetidos é uma das razões para a solicitação parlamentar.
 
“É comum esses profissionais apresentarem alto grau de estresse com reflexos negativos físicos e psíquicos, entre outros problemas, em função do dano psicológico e da mudança de convívio”, explica Larissa Rosado.
 
O objetivo, justifica, é proporcionar medidas de proteção que garantam a integridade psicológica e mental dos profissionais dessa categoria. Segundo Larissa, a convivência com duas sociedades ao mesmo tempo, tendo em vista que a prisão é ‘uma sociedade dentro da sociedade’, é capaz de desestabilizar a identidade do sujeito e conduzi-lo a problemas mentais.
 
“Entendemos que a forma como levamos a vida, dentro e fora do ambiente de trabalho, está diretamente ligada a nossa saúde mental. Doenças da mente são capazes de desestabilizar nossa identidade”, argumenta a deputada.