Crise hídrica e a verdade dos números

27/11/2015

Por: José Pinto Júnior
Foto: Fotomontagem PN
Artigo  - A verdade dos números
 
 
 
A seca que historicamente afeta o Nordeste brasileiro agora atinge também o Sul e o Sudeste. A transposição que foi projetada há 500 anos tende a sair no ano que vem. No Rio Grande do Norte, milhares de cisternas foram construídas. O governo Garibaldi Filho ficou conhecido como o Governo das Águas. Atualmente, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte desenvolve estudo para usar a água do mar e, para isto, usará dessalinizadores. O que se percebe é que não há um projeto único. São necessários vários programas combinados para a melhor convivência com a seca.
O atual cenário é oportuno para as pessoas refletirem sobre a importância da água e, além de cobrar das autoridades, cada um procurar fazer a sua parte no que diz respeito ao uso racional e inteligente da água.
 
Os números nos oferecem a oportunidade de refletir sobre a forma como utilizamos os recursos hídricos. Vamos lá: para produzir uma xícara de café, gasta-se 140 litros de água. Um tomate, 144 litros de água. Um litro de leite, mil litros de água. Um hambúrguer, 2.400 litros de água. Um quilo de queijo, 5.000 litros de água. E para um computador ser produzido, são necessários 20.000 litros de água.
 
Cada um de nós deve fazer a sua parte, deixando de ficar meia hora embaixo do chuveiro gastando desnessariamente água doce; ao dar descarga em 5 mL de urina, gastar 20 L de água; lavar a calçada e regar plantas com doce; e não reutilizar.
 
Recentemente, foi divulgada uma iniciativa de economizar água nas caixas de descarga. É uma ideia. Enfim, cada um pode fazer sua parte. Mas é importante refletir que o modelo de consumo que vivemos está longe de promover a sustentabilidade. Os números não mentem.
 
 
Notas  do jornalista
 
PEN
O Partido Ecológico Nacional (PEN), liderado pelo advogado Luiz Gomes, está participando de várias movimentações nas diversas regiões de Natal. A ideia é construir um projeto para disputar a sucessão do prefeito Carlos Eduardo Alves em 2016.
 
2016
O vereador natalense Aquino Neto (PV) poderá não disputar eleição no ano que vem. Ainda resolvendo demandas judiciais, apoiará o seu irmão conhecido como Preto, que é filiado ao PEN de Luiz Gomes.
 
Sindicato I
O Sinasefe Seção Sindical Natal será o anfitrião da última etapa dos Cursos de Formação Política promovidos pela pasta de formação da Direção Nacional do Sinasefe, que será realizada em dezembro. Natal foi escolhida a sede do evento durante a 138ª Plena, que aconteceu nos dias 14 e 15 de novembro.
 
Sindicato II
Para a diretoria do Sinasefe Natal, ter a capital potiguar como sede para esse curso de formação é muito importante, pois é uma oportunidade que a Seção Natal tem de se inserir nos grandes debates nacionais, dando visibilidade para o Sindicato, além de garantir um envolvimento maior e articulação com as outras Seções do Sinasefe.
 
Carlos Maia
O desenvolvimento do turismo na região Alto Oeste e o Circuito das Serras Potiguares serão debatidos em uma audiência pública promovida pelo deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) nesta segunda-feira, dia 30, a partir das 9h30, na Assembleia Legislativa. “O interior de nosso estado é muito rico em belezas naturais, cultura, gastronomia e lazer. Precisamos debater mais formas de promover essa região, fomentando o turismo no local e divulgando tudo o que temos de bom para potenciais visitantes”, observa o deputado.
 
Ceará-Mirim
Em Ceará-Mirim, ganha força a pré-candidatura de Júlio César Câmara, do PSD. Ele está cada vez mais próximo do empresário Saly Goes, que lidera forte grupo no município dos canaviais.
 
Extremoz
Em Extremoz, cresce a oposição ao prefeito Klauss Rêgo (PMDB). São pré-candidatos o vice-prefeito Pe. Edilson e o presidente da Câmara, Joaz Oliveira (PROS), que já conta com apoio de seis partidos. Klauss ainda não se pronunciou.
 
Vera Cruz
Em Vera Cruz, o prefeito João Paulo Cabral ainda não decidiu se será candidato a reeleição ou se apoiará seu tio e líder Marcos Antônio Cabral. João é do PMDB; e Paulo, do PSB.
 
Parnamirim
Até agora os pré-candiatos são Pastor Sandoval (PEN); Naur Ferreira, por enquanto no PSB; Ricardo Gurgel, por enquanto no PSB; Gildásio Figueredo (PSDB); e Tita Holanda (PSOL). Mas podem surgir mais. O que se espera é que até outubro do ano que vem se discuta um projeto para a cidade não parar de se desenvolver.
 
Vendas I
Nesta sexta-feira, dia 27, o shopping Midway Mall promete repetir o sucesso que foi a última edição da Black Friday, com recorde de público e de vendas, chegando a superar inclusive os melhores dias do período natalino. Em 2015, mais uma vez o shopping Midway Mall adere ao evento e suas lojas prometem oferecer produtos com descontos surpreendentes que podem chegar a 80% nos mais variados itens.
 
Vendas II
“Estamos com uma expectativa bastante positiva. A movimentação em torno do evento já é forte e percebemos que várias lojas estão inovando e criando estratégias diferenciadas para atrair seu público-alvo. Acreditamos que iremos nos aproximar dos números do ano passado”, aposta a presidente Associação de Lojistas do Midway, Eulália Morais.
 
Vendas III
Na edição de 2014, a Black Friday do Midway Mall superou todas as expectativas e previsões. Com uma adesão especial das lojas de eletro-eletrônico mas seguida por lojas de telefonia, calçados e vestuário, os três dias de descontos tiveram enorme aceitação do público. As vendas bateram recordes no período, mostrando que o consumidor está realmente em busca de economia.
 
São Gonçalo
Em São Gonçalo, pega fogo a sucessão do prefeito Jaime Calado (PR). Mas ninguém arranca uma declaração do prefeito, que insiste que este ano é para trabalhar. Eleição só em 2016, diz ele.
 
 
ENTREVISTA: 
 
Papo rápido com Gilvan Dantas  - secretário de Planejamento, Finanças e Tributação de João Câmara
 
 
 
Quais as principais obras do prefeito Arioswaldo Targino?
São muitas, pois são quatro gestões.
 
Como planejar quando a arrecadação é irregular?
É muito difícil. Focamos em atender os servidores e fornecedores e sempre que possível buscamos investir. Temos a sorte de ter um comércio forte, que gera ICMS.
 
João Câmara é consolidada como a capital do Mato Grande?
Sim. Hoje seis municípios giram em torno da economia de João Câmara. Isto é fundamental para nossa cidade.
 
Como o município convive com a seca?
Temos a sorte de sermos abastecidos pela fonte de Pureza. Até agora não tivemos problema nem para os animais e nem para o consumo humano.
 
A energia eólica já deixa receita no município?
Ainda não. Mas a partir de 2016 passará a deixar, sim.