Confira as principais notícias que marcaram a semana da Redação do PN

24/10/2015

Por: Redação do PN
Wilma: candidata a prefeita em 2016 ou a deputada em 2018?
 
Wilma de Faria (PSB) primeiro disse que não seria candidata a prefeita de Natal, e sim a deputada federal em 2018. Agora vem dizendo a interlocutores que pode ser candidata a prefeita de Natal em 2016.
 
Pelo andar dos acontecimentos, fica a pergunta: a mudança de rota da ex-governadora teria a ver com a presença do PMDB no Governo Carlos?
 
João Maia pode assumir vice-presidência do banco do brasil
 
O presidente estadual do PR, ex-deputado federal João Maia, pode ocupar a vice-presidência de Serviços e Infraestrutura do Banco do Brasil. Economista de carreira, João aumentaria a participação do Partido da República no Governo Federal. A articulação está em curso junto à presidente Dilma Rousseff.
 
Acesse e Navegue
 
Dentro da promoção “Acesse e navegue”, o Potiguar Notícias lança semanalmente no portal www.potiguarnoticiascom.br uma pergunta, à qual você pode responder e
concorrer a um passeio de barco no Marina Badauê, em Pirangi do Norte. A pergunta desta semana foi: “Agripino e Lavô renunciarão à aposentadoria de ex-governadores?”
 
Resultado:
Não ............................................. 75%
Sim ............................................ 25%
 
Hugo participa de lançamento de relatório da Comissão da verdade da UFRN
 
Com a missão de efetivar o direito à memória e apurar as violações praticadas contra os professores, servidores e estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do
Norte durante os anos da Ditadura Militar, foi realizado na quarta-feira, dia 14, o lançamento do livro-relatório da Comissão da Verdade da UFRN.
 
A Comissão, composta por oito pessoas e presidida pelo professor aposentado Carlos de Miranda Gomes, elaborou, em três anos de trabalho, uma obra de 498 páginas que resgata episódios até então desconhecidos na UFRN ocorridos entre 1965-1989.
 
O vereador natalense Hugo Manso (PT), que presidiu o DCE da UFRN no processo de abertura política no final dos anos 80, também participou do evento que aconteceu auditório da Reitoria e contou com a presença da reitora da Universidade, Ângela Paiva, representantes de várias entidades ligadas à comunidade acadêmica, além de personalidades locais que sofreram ações do regime, como o ex-vereador e presidente do PT-Natal Juliano Siqueira, o sociólogo Rinaldo Barros e o jornalista Luciano Almeida, preso e torturado na década de 70.