Robério: "Não sou político profissional"

21/05/2015

Por: Tiago Rebolo
Foto: Tiago Rebolo
Um dos convidados do programa Conexão Potiguar desta sexta-feira (22) será o economista e professor Robério Paulino (PSOL), terceiro colocado nas últimas eleições para o Governo do Estado. Em entrevista ao jornalista José Pinto Júnior, Robério avaliou o cenário político atual e também falou a respeito dos projetos do partido para o pleito de 2016.
 
De acordo com o socialista, que teve quase 130 mil votos em todo o estado, a expressiva votação que o PSOL teve (sobretudo em Natal) serviram de base para que analistas e a população ventilassem o nome dele como potencial pré-candidato a prefeito de Natal no ano que vem. Ele, no entanto, diz que uma eventual candidatura não será algo imposto. “Toda candidatura no PSOL é fruto de uma discussão coletiva dentro do partido. Vamos analisar internamente antes de tomar qualquer decisão”, afirma.
 
Segundo o professor, porém, uma candidatura será consequência de suas atividades políticas, dada a sua característica e a dinâmica de funcionamento do partido. “Não sou político profissional”, coloca o professor, salientando que sua candidatura não representa uma obrigação.
 
O professor fez questão, todavia, de tecer críticas à administração do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT). Para Robério, a atual gestão municipal peca ao não providenciar projetos estruturantes para a cidade. Ele emenda afirmando que o “atual prefeito é bom de maquiagem”, o que justifica, segundo ele, o apelido de “Prefeito Avon” atribuído a Carlos Eduardo.
 
Esses e outros temas você confere na entrevista exclusiva que o Prof. Robério Paulino concede no programa Conexão Potiguar de amanhã. A partir das 7h, na BAND Natal.