PM tem arma roubada e é ameaçado em frente ao filho

21/05/2015


Um policial militar e a família foram vítimas de uma quadrilha, na noite de ontem (20), em Parnamirim. Os bandidos renderam a família quando chegava em casa e o objetivo era roubar a arma do policial. Criminosos ameaçaram matar o policial em frente ao filho, mas fugiram sem feri-lo. 
 
Na noite de ontem, o casal e o filho foram abordados na chegada em casa. Rendidos, todos foram mantidos sob constante ameaça no interior do imóvel e, quando os criminosos descobriram que a vítima era policial militar, ameaçaram executá-lo na frente do filho.
 
Os bandidos queriam a arma do policial, e um deles sugeriu matá-lo ali mesmo diante do menino. O pai chegou a pedir que, se fosse para matá-lo, poupassem o filho daquela cena e não o fizesse diante do menino.
 
Os bandidos não levaram adiante a ideia de execução, e fugiram, levando a arma e objetos pessoais. Houve diligências da PM, mas os bandidos não foram encontrados. 
 
PRISÃO
Uma ação de policiais militares do 3º Batalhão resultou na prisão de uma quadrilha que agia em alguns bairros daquele município promovendo arrastões em residências. O bando, segundo as vítimas e a Polícia Militar, aterrorizava as vítimas com ameaças de morte antes de fugirem com os pertences. Porém, eles não têm envolvimento com o assalto à residência do PM.
 
A ação ocorreu na madrugada desta quinta-feira (21), por volta das 2h. A quadrilha, integrada também por três adolescentes e três adultos, vinha sendo monitorada por policiais que atuam na área. Mas foi através de denúncia anônima que chegaram à residência no bairro Bela Vista, onde os policiais apreenderam cocaína e crack, três revólveres, eletroeletrônicos e roupa camuflada. Um outro homem suspeito de envolvimento com o bando conseguiu fugir no momento da abordagem.
 
A PM acredita que boa parte das ocorrências com as mesmas características naquela área seria atribuída à mesma quadrilha.
 
Com a prisão do bando, a PM considerou a possibilidade de se tratar da mesma quadrilha que assaltou o policial. No entanto, a vítima não reconheceu qualquer um dos criminosos como responsáveis pelos momentos de terror vivenciados horas antes.
 
Os membros da quadrilha presa pela equipe do 3º Batalhão conduziram os criminosos para a delegacia de plantão da zona sul de Natal.