Oncologista da Casa Durval Paiva faz um alerta sobre o câncer infantil

04/02/2015

Por: Antonio Antunes
Foto: Tiago Rebolo/PN

 O programa conexão potiguar desta quarta-feira (4) recebeu a médica oncologista da Casa Durval Paiva Annick Beaugrand, na oportunidade ela comentou que hoje, dia mundial de combate ao câncer é importante lembrar da data e ressaltou  os  cuidados que devemos ter no diagnostico precoce.

De acordo com Annick Beaugrand, os pais, professores e a escola que tem contato direto com a criança devem ficar atentos aos principais sinais de combate ao câncer infantil que são: mudanças de comportamento, uma dor de cabeça prolongada, manchas no corpo, febre elevada, cansaço com facilidade, crescimento da barriga sem quadro de infecções anteriormente e entre outros sintomas já conhecidos.

Na oportunidade, ela ainda disse que nos casos de cura sem sequela, como a leucemia, por exemplo, se diagnostica a tempo, os índices de cura chegam de 70% a 90%, mas quando não descoberto precocemente, as sequelas podem ser mais severas. “Essa criança ou adolescente poderá ter um membro amputado ou mesmo poderá fazer acompanhamento por outras especialidades,” disse.

Depois dos acidentes, a maior frequência da causa de morte é o câncer, por isso a médica faz um apelo para todos aqueles que têm contato com crianças e adolescentes para ficarem atentas a qualquer sinal de diferente que notarem. O diagnostico precoce é fundamental na cura.