José Agripino sai em defesa da emissão de registros dos Mais Médicos

17/10/2013

Por: Marcos Dantas
Defensor de que somente os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) são autorizados a emitir o registro provisório para os profissionais do Mais Médicos, o líder do Democratas no Senado, José Agripino, apresentou requerimento de destaque durante a votação, na noite dessa quarta-feira (16), no plenário, do projeto de lei de conversão (PLC 26/2013) que institui o programa. Depois de fazer duras críticas, o democrata pediu a supressão dos dois parágrafos que autorizavam o Ministério da Saúde a também emitir o registro provisório. O parlamentar considerou a medida uma afronta aos CRMs de todo o Brasil.
 
 “Ajudar a levar médicos para o interior do país, eu voto a favor, tem meu total apoio. Agora, humilhar os Conselhos Regionais de Medicina, eu não apoio e não posso contribuir com isso”, disse o senador. Segundo o parlamentar potiguar, assim como os advogados estão submetidos à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e os engenheiros ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), o único órgão competente para emitir os registros dos médicos é o CRM.“Somente o CRM tem o direito de atestar o registro de um médico que se propõe a salvar vidas no Brasil. Afinal, os Conselhos Regionais de Medicina respondem pela qualidade desses profissionais da saúde”, frisou o líder.

Fonte: Blog Marcos Dantas