Antônio Jácome: "O PMN tem um olhar prioritário para a Grande Natal"

25/03/2013

Por: Da redação do PN

 

O deputado estadual Antônio Jácome foi reeleito para a Assembleia Legislativa com 54.743 votos no Estado nas últimas eleições. Ele é o presidente estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN). Na entrevista concedida no Alpendre do PN aos jornalistas José Pinto Jr. e Riane Brito, o parlamentar fala sobre os projetos do partido, mobilidade urbana, o problema do crack e sua atuação em Parnamirim.
 
Deputado, qual o projeto do PMN neste ano de 2013 e para 2014?
Em 2013 reestruturaremos o PMN, ampliando suas bases, na tentativa de completar a presença do partido em todos os municípios até o final do ano e com isso preparando-o para as eleições do ano que vem. Nosso grande desafio é eleger um deputado federal, já que o PMN elegeu um deputado na última eleição, mas que veio a deixar o partido e precisamos reassumir essa vaga na Câmara Federal. A orientação e até a determinação do diretório nacional é de se priorizar esse projeto. Temos atualmente três deputados estaduais e vamos trabalhar para a conservação e ampliação desse espaço.
 
A Região Metropolitana e Natal comporta mais de 40% da população do RN e mais de 70% das riquezas. O PMN possui um olhar específico para a região?
Sim. Estamos concentrando esforços e um direcionamento prioritário para a Grande Natal. Elegemos um vereador em Natal, vários em Extremos, o prefeito de Macaíba e alguns vereadores também e precisamos ampliar ainda mais esse trabalho na área metropolitana, que agrega metade do PIB e quase a metade do eleitorado potiguar.
 
O senhor foca muito seu mandato na questão da saúde, até mesmo por ser médico. O problema do crack é uma bandeira pessoal sua?
É uma bandeira de vida. Eu sei o que representa o drama de uma família quando tem um ente envolvido com crack. A situação é de desespero e dificuldade econômica. Enfim, um verdadeiro tormento. Como presidente da Comissão Parlamentar Antidrogas da Assembleia Legislativa, nós temos que desenvolver ações diversas para tratar desse assunto e, como médico, não tenho como ignorar esse problema. Nosso mandato também tem tido uma atuação muito forte na questão da saúde e seus gargalos, cobrando mais eficácia do poder publico, estimulando a implementação de políticas públicas na área preventiva de várias doenças, como hepatite, alcoolismo, câncer, diabetes, e etc.
 
Qual sua análise sobre os problemas de mobilidade urbana que vivem Natal e a sua Região Metropolitana?
Tenho tido uma preocupação muito grande até porque tenho atuação na área urbana bastante significativa. Faltando pouco mais de um ano para a Copa, as obras de mobilidade não têm saído do papel. O legado da Copa não pode ser apenas o Arena das Dunas. Essas obras como os alargamentos, o VLT e outros precisam se concretizar para canalizar melhor o trânsito de Natal e arredores. A capital vem crescendo muito, e há um grande aumento da frota. A Região Metropolitana também tem vias congestionadas. É preciso uma união de todos, suprapartidário, junto ao governo federal para resolver os problema de mobilidade.
 
A presidência da Câmara nas mãos de Henrique pode acelerar essas pautas?
Sim, perfeitamente. Mas isso só irá acontecer se houver união política em vez de disputa eleitoral que só nos fará perder tempo e passar em branco o ano de 2013. Não aproveitaremos esse momento oportuno em que um potiguar preside a Câmara. Não podemos desperdiçar a chance. Tenho conclamado em meus discursos para que houvesse sensibilidade da classe política para uma grande união.
 
O tempo de dois anos entre as eleições atrapalha o desenvolvimento de projetos em longo prazo?
Para a cultura política vivenciada no país hoje em dia, é muito nocivo eleições de dois em dois anos. Cria-se um círculo vicioso. Uma eleição implica em outra, há decisões antecipadas, encaminhamentos e interesses. A classe política e a imprensa começam a se preocupar mais com o projeto eleitoral desfocando as ações, como aumentar nosso parque industrial que ainda é pequeno.
 
Qual a relação do PMN com Parnamirim?
Somos muito atuantes no município, possuímos boa relação com a vereadora Elienai Cartaxo, que vem de uma amizade de muitos anos. Temos nos aproximado politicamente. Ela desponta como uma nova liderança na cidade e um trabalho bem conceituado pela população. Então vamos otimizar e azeitar mais essa relação em beneficio ao município de Parnamirim. 

Fonte: Potiguar Notícias