Museu Câmara Cascudo é opção para passeio durante férias escolares

15/12/2019


Foto: Cícero Oliveira
 
Que tal levar as crianças nessas férias escolares para conhecer um pouco da história de Natal, entrar em contato com os primeiros fósseis encontrados no RN e ter uma experiência sensorial explorando um jardim? Tudo isso é possível visitando um único lugar. Essas atividades fazem parte da programação do Museu Câmara Cascudo (MCC) da UFRN e podem ser vistas de forma gratuita.
 
O passeio pode começar pela exposição Dinossauros da Bacia Potiguar, que apresenta os primeiros fósseis de dinossauros descobertos no estado do Rio Grande do Norte.
 
As amostras de ossos e dentes de grandes dinossauros carnívoros e herbívoros, como os da família Abelisauridae, foram cedidas pelo Departamento de Geologia da UFRN para o acervo paleontológico do MCC.
 
Em seguida, o Museu oferece para os visitantes um mergulho pelos diversos momentos da história da capital potiguar. A exposição HCUrb/UFRN Vibrantes Caminhos: ideias modernas para a cidade do Natal mostra toda essa trajetória por meio de entrevistas, filmagens, imagens, documentos, dados e informações coletadas em diferentes fontes e acervos. No material, constam documentos desde a fundação da cidade, em 1599, ao início da década de 1960.
 
O acervo documental (físico e digital) é resultado das investigações do grupo de pesquisa História da Cidade, do Território e do Urbanismo (HCUrb), do Departamento de Arquitetura da UFRN. A narrativa está estruturada a partir de sete setores que representam períodos cujos acontecimentos, perspectivas e ações sobre a cidade se inter-relacionam e se unificam, dando certas características peculiares no processo de constituição da cidade.
 
O tour pode continuar com uma visita ao Jardim Sensorial. Localizado no Parque das Ciências, instalado no Parque do Museu Raimundo Teixeira da Rocha do MCC, os visitantes têm a oportunidade de explorar os cinco sentidos humanos: olfato, audição, tato, paladar e visão.
 
O percurso todo é acessível a cadeirantes e as plantas são identificadas com letras ampliadas, para quem tem baixa visão, e também em Braille, para cegos, tornando-se, por conseguinte, um espaço de inclusão.
 
Para visitar o Jardim Sensorial, os interessados podem ir ao local ou fazer agendamentos de grupos, com visitas acompanhadas por monitores do Parque. Em dezembro, não será feito agendamento, mas o espaço estará aberto à visitação.
 
O Museu Câmara Cascudo funciona da terça-feira a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h, e nos sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 18h.?  No final do ano, o MCC não funciona nos dias 24 de dezembro, 25 de dezembro, 31 de dezembro e 1º de janeiro de 2020.

Fonte: Assecom UFRN