Escola Dom Nivaldo Monte: Um templo de saber e amor

18/11/2019

Por: José Pinto Júnior
Se a cidade são as pessoas como escreve Luis da Câmara Cascudo, a escola são os alunos, os servidores e professores que fazem a escola.
 
Em Parnamirim, no bairro de Emaús existe uma escola estadual de tempo integral. Uma escola que é muito mais que um prédio de pedra e cal. Lá existe uma equipe vocacionada que faz pulsar a alegria pelo conhecimento e pela cidadania. Seus muros não impedem entrar advocacia, o jornalismo, a literatura, a música e a poesia.
 
Darcy Ribeiro há décadas alertou que se o Estado não investisse em educação teria que investir em presídios. Logo, se existissem mais escolas como a Dom Nivaldo Monte, provavelmente, hoje teríamos menos necessidades de presídios. Visto ser muita baixa a escolaridade da população carcereira. 
 
A Escola Dom Nivaldo Monte abre suas portas para abrir mentes. Lá a professora do IFRN e colunista do Potiguar Notícias, Andrezza Tavares discorreu sobre "Educação e cidadania: "Muio feliz de ver no chão desta escola o caminhar de jovens abracando o conhecimeto e o sentimento de cidadã e de cidadão"., disse. 
 
A advogada e presidente da ABMCJ/RN, Andrea Nogueira, dialogou com a comunidade escolar sobre Violência contra a mulher. "Nossa mensagem é no sentido de que a mulher não quer o espaço do homem, quer apenas o seu espaço e respeito", colocou.
 
A sugestão do tema da palestra foi da professora Irana Maia: "Os alunos pedem muito este tema, pois de acordo com o mapa da violência não estamos bem nesse quesito, a escola quer ajudar na construção de uma relação saudável também neste quesito".
 
A advogada e procuradora do Estado do Rio Grande do Norte, Ana Carolina Monte Prócopio, que é sobrinha neta do Patrono Dom Nivaldo Monte; também dialogou com os alunos sobre o tema: "Orçamento participativo".
 
"Fiquei feliz em conhecer o trabalho da escola que é tão bem cuidada, também sou grata por poder falar sobre este tema, pois é importante que os alunos entendam como se faz os orçamentos para financiar as políticas públicas", argumentou.
 
O autor destas mal traçadas linhas também participou. Na primeira oportunidade sobre a relação da literatura com o jornalismo e na segunda oportunidade sobre sobre fake news. É óbvio que o projeto é muito mais largo e profundo que pode extender este próprio texto.
 
Quem conhece a equipe da Escola Estadual, percebe a beleza e alegria da qual fala Paulo Freire disse: "A alegria não chega apenas no encontro do achado. Mas faz parte do processo de busca. E ensinar a aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria".
 
Se amar é um ato de coragem. Os professores e servidores da Escola Dom Nivaldo Monte, são amantes da boa educação. São bravos em suas missões. A leitura do mundo vem antes da leitura da palavra.
 
Fui pessoalmente a escola para para falar sobre temas que estudo há décadas. Palestras que realizo em escolas e que continuarei realizando durante o próximo ano, no intuito de passar algum conhecimento e interagir com alunos e professores. Mas na verdade, eu que aprendi sobre amor a educação.
 
Lá, observei alunos atentos, servidores vocacionados, onde a teoria e a prática se abraçam. Com as bênçãos de Dom Nivaldo Monte, ali em Emaús, não existe uma escola qualquer. Mas um templo do saber e do amor.