STF derruba prisão em segunda instância; Lula pode ser solto a partir de amanhã

07/11/2019


 
O Supremo Tribunal Federal concluiu nesta quinta-feira a votação para definir o momento em que uma pessoa condenada poderá ser presa. Por 6 votos a 5, os ministros derrubaram a prisão após condenação em segunda instância. Decisão pode impactar cerca de cinco mil presos, incluindo o ex-presidente Lula.
 
Como eles se posicionaram em relação à prisão após 2ª instância:
 
- Ricardo Lewandowski: contra
- Luiz Fux: a favor
- Rosa Weber: contra
- Luís Roberto Barroso: a favor
- Edson Fachin: a favor
- Alexandre de Moraes: a favor
- Marco Aurélio Mello: contra
- Cármen Lúcia: a favor
- Gilmar Mendes: contra
- Celso de Mello: contra