Mandato de Isolda discute pesca artesanal no RN nesta terça em audiência pública

09/09/2019


 
Em razão da necessidade de discutir as demandas e linhas prioritárias de ações que visem assegurar qualidade de vida e trabalho para as populações que vivem direta e indiretamente da pesca artesanal, o mandato da Deputada Isolda realiza nesta terça-feira, 10, às 09h, a audiência pública “A pesca artesanal no estado do RN”, no auditório da Assembleia Legislativa. A audiência será feita em parceria com a Rede Mangue Mar e Fundo Sociambiental Casa Investindo em Cuidar. 
 
O objetivo do evento é debater com toda a sociedade potiguar sobre a relevância da pesca artesanal para o Rio Grande do Norte, no que diz respeito à história das comunidades tradicionais, segurança alimentar e conservação do ambiente costeiro, marinho e de lagos, lagoas e açudes.
 
Estima-se que o conjunto de pescadoras e pescadores artesanais do estado, organizados nas dezenas de colônias, chega a 35 mil profissionais, dos quais, pelo menos 15 mil atuam na pesca continental. Apesar deste dado, a pesca artesanal sofre com a inconsistência, inexistência ou insuficiência de políticas públicas direcionadas a um setor produtivo tão relevante para a população potiguar.
 
MESA
 
Composta por movimentos e pescadores, com participação de colônias de pescadores de diversos municípios, Movimento dos Pescadores e Pescadoras (MPP), Articulação Nacional da Pescadoras (ANP), Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), Federação da Pesca/RN. Além da Subsecretaria da pesca do Governo do Estado do RN, SEDRAF, IBAMA, IDEMA, Procuradoria do Meio Ambiente, Capitania dos Portos etc.